Star Wars | Roteirista explica por que Rose apareceu menos em A Ascensão Skywalker

Chris Terrio alegou que a dificuldade do CGI da General Leia influenciou na decisão

Marina Val Publicado por Marina Val
Star Wars | Roteirista explica por que Rose apareceu menos em A Ascensão Skywalker

Desde que Star Wars: A Ascensão Skywalker chegou aos cinemas, ele dividiu a opinião dos fãs e levantou alguns questionamentos sobre algumas decisões. Uma delas é a presença muito breve de Rose, personagem de Kelly Marie Tran que teve destaque no longa anterior.

Alguns fãs chegaram a especular que a personagem havia sido apagada propositadamente, por conta dos ataques que a atriz sofreu nos meses após o lançamento de Os Últimos Jedi. Entretanto, o roteirista Chris Terrio negou que esse tenha sido o caso e ofereceu outra explicação para a breve aparição de Rose nas telonas durante uma entrevista ao Awards Daily:

Um dos motivos para Rose ter menos cenas do que nós gostaríamos que ela tivesse era a dificuldade de usar as sequências de Carrie Fisher da maneira que nós gostaríamos. Nós queríamos que Rose fosse a âncora da base rebelde que estava com a Leia. Nós achamos que não poderíamos deixar a Leia na base sem alguns dos principais que nós amamos, então Leia e Rose estão trabalhando juntas.

E continua:

Conforme o processo evoluía, algumas cenas que nós escrevemos para Rose e Leia acabaram não atendendo ao padrão de fotorrealismo que esperávamos. Essas cenas infelizmente foram cortadas do filme. Nós não estávamos deliberadamente tentando apagar a Rose. Nós amamos a personagem, nós amamos Kelly – tanto que nós a ancoramos com a nossa pessoa favorita nessa galáxia, a General Leia.

A atual trilogia chegou ao fim com A Ascensão Skywalker, dirigido por J.J. Abrams (O Despertar da Força), que também escreve o roteiro ao lado de Chris Terrio (Batman vs Superman).

O elenco conta com o retorno de Oscar Isaac, John Boyega, Mark Hamill, Daisy Ridley, Billy Dee Williams, Carrie Fisher, Adam Driver e outros.

Star Wars: A Ascensão Skywalker está em cartaz nos cinemas. Leia a nossa crítica!