Spotify prepara recurso para silenciar artistas indesejados

Funcionalidade é implementada após protestos para boicotar cantor R.Kelly

João Abbade Publicado por João Abbade
Spotify prepara recurso para silenciar artistas indesejados

O Spotify está desenvolvendo um recurso que permitirá silenciar ou “mutar” artistas que você não quer ouvir em playlists de terceiros ou estações de rádio do próprio sistema. A funcionalidade “don’t play this artist” (não tocar esse artista, em tradução livre) já está disponível para testes nos aparelhos com a versão mais recente do iOS, mas a empresa não anunciou uma data para a funcionalidade chegar nos celulares com Android e nos computadores.

De acordo com o site The Verge, a funcionalidade não permite que o artista seja tocado na maioria das vezes, com a única exceção de Feats e participações especiais em músicas de outros cantores.

O recurso já tinha sido apresentado ao comitê do Spotify em 2017, mas a direção da empresa havia decidido engavetar o projeto. A possibilidade de silenciar um artista só foi adicionada depois da polêmica envolvendo o cantor R. Kelly e os protestos divulgados como #MuteRKelly.

Kelly, que tinha canções em parceria com Lady Gaga, Usher e Snoop Dogg, enfrenta acusações de comandar um culto sexual com várias garotas menores de idade, além de se envolver sexualmente com três meninas de 16 anos. As denúncias contra ele foram reveladas no documentário As denúncias foram reveladas no documentário “Surviving R. Kelly” (Sobrevivendo a R.Kelly, em tradução livre), transmitido nos Estados Unidos pelo canal de TV à cabo Lifetime.

O caso emblemático gerou uma campanha massiva criada por organizações de ativistas pedindo que usuários silenciem ou parem de escutar músicas do artista.