Elon Musk teria pago US$ 250 mil após acusação de assédio sexual

Bilionário negou o caso e alegou que se trata de um "ataque político"

Redação NerdBunker Publicado por Redação NerdBunker
Elon Musk teria pago US$ 250 mil após acusação de assédio sexual

Segundo o Business Insider, a SpaceX pagou, em 2018, US$ 250 mil a uma comissária de bordo em um acordo após uma acusação de “comportamento sexual inadequado” de Elon Musk, dono da empresa.

Documentos e entrevistas obtidos pelo veículo sugerem que Musk expôs seu pênis ereto para a funcionária, esfregou sua perna sem consentimento e ainda ofereceu um cavalo em troca de uma massagem erótica.

Uma pessoa anônima, descrita como amiga da comissária, revelou que a atendente se recusou a realizar qualquer conduta sexual e continuou com a massagem sem aceitar o pedido do empresário. O caso teria ocorrido em um voo particular para Londres, em 2016.

Além disso, após negar qualquer favor sexual, a comissária relatou à amiga que começou a ser castigada no trabalho, tendo turnos reduzidos. “Ela estava sendo expulsa e punida por se recusar a se prostituir“.

No Twitter, Musk negou as acusações e se defendeu do caso alegando que é um ataque político e motivado pelo acordo em andamento para a compra da plataforma.

“Os ataques contra mim devem ser vistos através de uma visão política – este é o manual padrão (desprezível) – mas nada me impedirá de lutar por um bom futuro e seu direito à liberdade de expressão.”

O dono da Tesla e da SpaceX pretende desembolsar US$ 44 bilhões para adquirir o Twitter. A negociação, caso siga, estará pendente de confirmação de órgãos reguladores.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1