Homem-Aranha | Sony responsabiliza Kevin Feige por impasse com a Marvel

Ainda não se sabe qual será o futuro do personagem dentro do MCU

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Homem-Aranha | Sony responsabiliza Kevin Feige por impasse com a Marvel

Depois do anúncio de que a Marvel não irá mais produzir os filmes do Homem-Aranha, a Sony Pictures se posicionou oficialmente.

O comunicado emitido pelo estúdio responsabiliza a agenda de Feige pelo desentendimento entre as empresas, não comenta sobre as divergências financeiras – apontadas como pivô da ruptura – e também não menciona a rumor de que o personagem não aparecerá mais no MCU. A Sony disse sentir a saída de Feige, mas que entende a necessidade do produtor se empenhar em conteúdos que pertecem totalmente à Disney.

Veja abaixo o comunicado publicado no Twitter oficial da Sony Pictures:

“Muitas das notícias de hoje sobre Homem-Aranha descaracterizaram as recentes discussões sobre o envolvimento de Kevin Feige na franquia. Estamos decepcionados, mas respeitamos a decisão da Disney de não ter ele como principal produtor do nosso próximo filme live-action do Homem-Aranha. Esperamos que isso mude no futuro, mas entendemos que muitas das responsabilidades que a Disney deu para ele – incluindo as novas propriedades da Marvel – não dão tempo para ele trabalhar em propriedades que não são deles. Kevin é incrível e somos gratos por sua ajuda e orientação e prezamos o caminho que ele nos ajudou a encontrar e que continuaremos a seguir”.

O comunicado foi publicado após o Deadline reportar que a Marvel Studios não produziria mais os novos filmes do Peter Parker. Segundo informações do site, a Marvel e a Sony tentaram negociar um novo acordo sobre o financiamento dos longas do teioso, mas não chegaram a um consenso.

O desentendimento teria surgido porque a Disney — dona da Marvel Studios — quis dividir o financiamento dos próximos filmes do Homem Aranha em 50%, com negociações já para mais produções. Mas, a Sony teria recusado a oferta e não quis negociar um novo valor.

O Deadline afirma que a Sony não quer dividir igualmente os valores da sua maior franquia atualmente. O que o estúdio queria era manter os termos atuais, nos quais a Disney recebe aproximadamente 5% da bilheteria a partir do dia de estreia do filme, o que foi recusado.

A Sony ainda teria contrato para mais dois filmes com Tom Holland vivendo Peter Parker e com Jon Watts na direção. Nada foi comentado pelo estúdio sobre como será daqui para frente ou sobre as aparições de Holland nos próximos filmes da Marvel.

O filme mais recente do Teioso, Homem-Aranha: Longe de Casa, arrecadou mais de um bilhão de dólares na bilheteria mundial e se tornou um dos longas mais rentáveis da Sony.