Simon Kinberg não quer uma versão do diretor de X-Men: Fênix Negra

O filme lançado já mostra a visão dele

Marina Val Publicado por Marina Val
Simon Kinberg não quer uma versão do diretor de X-Men: Fênix Negra

X-Men: Fênix Negra não teve uma boa recepção pelo público e nem pela crítica. Mesmo assim, depois do anúncio do Snyder Cut de Liga da Justiça, alguns fãs começaram a pedir uma versão do diretor também de X-Men: Fênix Negra, na esperança que as cenas que não foram utilizadas originalmente salvassem o longa.

Em entrevista ao IGN, o diretor Simon Kinberg afirmou que não apoia a ideia e diz que sua visão para o filme foi respeitada. Em ocasiões anteriores, ele chegou até a assumir a culpa pelo fracasso do longa (veja aqui).

O filme que eles lançaram no fim das contas tinha a minha visão para o longa. Essa visão mudou ao longo do tempo que o estávamos fazendo. Existem outras cenas que nós gravamos, assim como tem muitas outras cenas em [Dias de um Futuro Esquecido] que gravamos e acabamos não usando. Existem cenas que nós gravamos para esse filme de um final que era bem diferente do que foi para a versão dos cinemas. Lançar [um Kinberg Cut] não seria apenas colocar essas cenas de volta. Essas cenas nunca foram terminadas por conta de efeitos visuais e som… Daria muito trabalho, mas aprecio o apoio.

O diretor também comentou sobre as mudanças que aconteceram ao longo do caminho e que podem ter contribuído para que o filme não fosse tão bom quanto o esperado:

Em cada filme, tem coisas que você desejaria ter feito diferente. Em cada filme, tem coisas que você pensou que eram ótimas e perfeitas, daí você assiste e não acha que elas eram tão boas quanto imaginou e toma um caminho diferente. Foi um filme difícil. Quando escrevi o conceito inicial, era para ser um filme de duas partes. E aí de repente se tornou um filme de uma parte só por motivos que não cabiam a mim. Ter que criar algo com essa mudança enorme foi um desafio em si. Todos esses filmes são desafiadores de uma maneira única.

Apesar de tudo, Kinberg diz que está feliz com a versão que chegou aos cinemas:

Quando você está fazendo um filme como roteirista, ele nunca é o mesmo de quando você o idealizou. E quando você faz um filme como roteirista, nunca é o mesmo de quando você gravou. Nesse caso, é provavelmente mais significativamente diferente. Mas no fim das contas, eu fiquei feliz com a versão… que nós gravamos, editamos e completamos.

X-Men: Fênix Negra estreou em junho de 2019. O longa arrecadou apenas US$ 254 milhões e teve um orçamento estimado em US$ 200 milhões.