Showrunner de Y: The Last Man fala sobre diferenças entre série e HQ

Eliza Clark se disse fã dos quadrinhos, mas acredita que outra mídia exige uma abordagem nova

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Showrunner de Y: The Last Man fala sobre diferenças entre série e HQ

Adaptação de uma das mais celebradas HQs dos últimos tempos, a série de Y: The Last Man terá diferenças em relação ao material base. A informação foi revelada por Eliza Clark, showrunner da produção.

Em entrevista ao The Verge, ela explicou que por se tratarem de mídias diferentes, o quadrinho de Brian K. Vaughan e Pia Guerra teve de passar por mudanças para chegar à TV:

“Histórias em quadrinhos são uma mídia própria. Não um diagrama para a televisão.”

Clark afirma que por ser fã dos quadrinhos de Y: O Último Homem, tomou cuidado na produção da adaptação. Segundo ela, todo o processo teve envolvimento e apoio do autor Brian K. Vaughan:

“Brian sabe que eu sou fã da HQ, então espero que tenha se sentido seguro com isso. Ele leu roteiros quando pedi e conversamos sobre uma coisa ou outra no processo de escalação dos atores. Mas a postura dele foi muito de ‘criei isso quando tinha 25 anos e nem consigo me lembrar quem eu era nessa época. Então pegue isso e faça acontecer’, o que aprecio.”

Sem revelar grandes detalhes sobre quais mudanças serão feitas, ela comentou brevemente sobre a inclusão de pessoas transexuais na trama.

“Definitivamente não quis fazer algo que tivesse uma visão essencialista de gênero. E acho que a série deixa isso claro, logo no começo e constantemente, que Yorick não é o último homem. É algo que senti necessidade de atualizar do material original.”

Vale lembrar que Eliza Clark e o chefe do FX John Landgraf haviam comentado sobre como trabalharam para abordar questões de gênero e sexualidade na série.

A série de Y: O Último Homem estreia em 13 de setembro no Star+, com estreia simultânea à dos Estados Unidos.

Mais notícias