Shigeru Miyamoto critica modelo de “gratuidade” e microtransações dos jogos atuais

Ele conta que a Nintendo não quer cobrar seus jogadores após eles comprarem um jogo

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Shigeru Miyamoto critica modelo de

Durante a CEDC deste ano (via El Espectador), Shigeru Miyamoto, o criador das franquias Super Mario e The Legend of Zelda, criticou alguns meios de lucro que vários jogos atuais estão aderindo.

O desenvolvedor disse que a Nintendo está pensando e testando várias formas de lançar seus jogos, com o objetivo principal de não cobrar a mais de seus jogadores após eles comprarem seus títulos.

Ele contou que a empresa japonesa quer passar longe do modelo de “gratuidade” — de Fortnite, que é free-to-play em teoria, mas arrecadou bilhões com conteúdos adicionais — e de microtransações que muitos jogos acabaram adotando — como Star Wars: Battlefront II e Overwatch.

Em vez desses métodos, Miyamoto quer focar em preços fixos para os jogos, sem qualquer conteúdo pago adicional posterior ao seu lançamento. Ele acredita que, dessa forma, a Nintendo irá criar um negócio mais sustentável a longo prazo.

“Somos privilegiados em ter um mercado tão grande em nossas mãos, então pensamos que se oferecermos jogos com preços justos que visam atrair o máximo de jogadores que puder, obteremos grandes resultados”, disse o desenvolvedor.

A Nintendo foi criada em 1889, por Fusajiro Yamauchi.