Criador de Round 6 explica como usou momento comovente para retratar a sociedade

Diretor e roteirista da série da Netflix falou sobre como uma escolha poderia ter mudado a história

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Criador de Round 6 explica como usou momento comovente para retratar a sociedade

Com a explosão de Round 6 no mundo todo, não demorou para que a obra se tornasse alvo de análises. Muitas delas apontaram como a produção da Netflix reflete partes menos gloriosas da sociedade, tese que é constantemente confirmada pelo criador Hwang Dong-hyuk.

Em entrevista à Vulture, o diretor e roteirista voltou a comentar sobre o lado crítico da produção. Como exemplo, ele citou como um dos mais comoventes momentos da primeira temporada foi importante na construção da história e da mensagem que buscou passar.

[A partir daqui, spoiler do sexto episódio de Round 6]

Hwang Dong-hyuk falou sobre o memorável episódio das bolinhas de gude. O diretor explicou que o grande objetivo desta competição foi focar nas mudanças emocionais em cada personagem após descobrir que o colega de dupla seria morto. Uma das reações mais chocantes foi a do protagonista Gi-Hun (Lee Jung-jae), que chegou a se aproveitar das limitações do idoso parceiro Oh Il-nam (Oh Young-soo) para vencer. Segundo o diretor, a conduta do personagem foi fundamental para que Round 6 não se tornasse uma história previsível:

“Gi-hun é a pessoa mais bondosa da série. Ele simpatiza e tem pena de pessoas marginalizadas como Il-nam. Mas mesmo ele é apenas humano. Se ele fosse alguém que se sacrificasse pelo parceiro, Round 6 seria uma história completamente diferente: um conto clichê em que um homem comum se torna um herói. Mas Gi-hun não precisa ser esse tipo de personagem. Ele é o seu vizinho comum que não tem habilidades incomuns ou a vontade heroica para se sacrificar.”

Dong-hyuk explicou que a escolha de mostrar Gi-hun como alguém pouco heroico é fundamental para que as metáforas com a sociedade no mundo real funcione:

“Quis retratar como a sociedade é de um ponto de vista frio e realista. Round 6 não deveria ser uma história de esperança para a sociedade com o retrato limpinho de um herói. Não podemos esperar esse tipo de sacrifício de nós mesmos ou dos outros. Quis perguntar aos espectadores como podemos navegar juntos neste mundo frio de competição feroz, quando cada um de nós é apenas um indivíduo fraco e comum.”

A primeira temporada de Round 6 está disponível na Netflix.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1