Fã de Round 6 teoriza como jogadores e guardas são escolhidos

Primeira temporada da série coreana já está disponível na Netflix

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Fã de Round 6 teoriza como jogadores e guardas são escolhidos

Grande sucesso da Netflix no último mês, Round 6 se tornou queridinha do público por sua trama cheia de mistérios. Com tantos segredos, é natural que alguns deles fiquem sem respostas concretas e sejam deixados para o público decifrar. Um deles pode ter sido revelado graças a uma teoria circulando pela internet.

Logo no primeiro capítulo, somos apresentados a Seong Gi-hun (Lee Jung-jae), um homem falido que precisa desesperadamente de dinheiro. Quando chega ao fundo do poço, ele é abordado por um homem, que propõe um jogo e promete pagar 100 mil wones para cada vitória de seu oponente. Chamado Ddakji, o jogo consiste em tentar virar o cartão de seu rival utilizando um outro cartão. Sem grande destaque, essa partida pode ter definido toda a jornada do personagem na produção.

No TikTok, a usuária Lucy.what1 compartilhou uma teoria sobre como as cores dos cartões podem influenciar o papel das pessoas falidas na competição sangrenta. Como ela observa, Gi-hun escolhe a cor azul e é convidado a participar do torneio como jogador. Ao fim do vídeo, ela indica que caso ele tivesse escolhido vermelho, era capaz de ter sido chamado para trabalhar na operação. Isso porque vermelho é a cor do macacão usado pelos guardas mascarados.

Essa teoria ajudaria a explicar como são selecionados os guardas que trabalham durante os torneios, uma questão que nunca é abordada em Round 6. Até porque se as pessoas falidas ficam desesperadas ao ponto de participar de uma competição mortal, faria sentido que uma parte delas aceitasse este “emprego” que envolve uma série de crimes que vai de sequestro a assassinato e ocultação de cadáver.

Essa questão ainda explicaria o grupo que pegava os corpos dos falecidos para vender seus órgãos no mercado clandestino. Mais do que um ato de crueldade, essa seria uma forma de lucrar mais para abater uma possível dívida ou até se livrar deste trabalho ingrato.

Ainda que a série não tenha esclarecido essa questão em seus nove episódios, é possível que ela seja abordada em uma segunda temporada. Ao YNA, o criador Hwang Dong-hyuk disse que gostaria de mostrar algumas “histórias não contadas, como o passado dos apresentadores do jogo e dos guardas”. Resta esperar para saber se esse processo seletivo realmente faz parte da dinâmica.

Todos os nove episódios de Round 6 estão disponíveis na Netflix. Segundo o CEO do streaming , a série pode se tornar a maior da plataforma.

Mais notícias