Jovem Nerd

NerdBunker

Riverdale | Conversamos com Camila Mendes, a Veronica da série

Estivemos no set de Riverdale em Vancouver, no Canadá, a convite da Warner para conhecer um pouco dos bastidores da série e conversar com o elenco.

Durante a mesa redonda com Camila Mendes, a Veronica Lodge da série, a atriz revelou que é filha de dois brasileiros (a mãe é de Porto Alegre e o pai é de Brasília).

Ela nasceu em Virgínia, nos Estados Unidos, e, apesar de falar português muito bem, só morou no Brasil por um ano quando tinha cerca de 11 anos e, durante o tempo que esteve aqui, curtia novelas como Chocolate com Pimenta. Ainda assim, é quase como ter uma representante brasileira nessa cidade tão peculiar que é Riverdale.


Como foi ser escolhida para esse elenco, você pode contar a experiência?

Camila Mendes: Ai, meu Deus. Foi insano, eu tinha acabado de me formar na universidade de Nova York. Eu terminei o curso em dezembro e me formei oficialmente em maio, e quando eu terminei, logo consegui o teste para Riverdale. E fiz testes até fevereiro e foi surreal que eu pude embarcar nisso e não ter aquela época estranha logo depois da faculdade onde você não sabe se vai conseguir trabalhar. O timing foi perfeito, se eu tivesse me formado um semestre antes não teria conseguido esse teste.

Quando Veronica morava em Nova York, ela era uma bully. Quando ela se muda para Riverdale, ela para com o bullying. Você acha que essa mudança na personagem ajuda a diminuir o bullying nas escolas?

CM: Ah, com certeza. Eu acho que é uma aula sobre karma, ela tratava todo mundo mal e aí acontece um monte de coisas com o pai dela e eu acho que isso fez ela mudar seu estilo de vida e sua personalidade. Uma nova perspectiva sobre a vida.

riverdale-veronica-and-betty-kiss

No piloto, vemos Veronica beijando a Betty. Isso foi um choque. Isso é algo que vai ser desenvolvido ao longo da série?

CM: Pode continuar, não tenho certeza. Eles não nos contam muitas coisas, deixam muito para nós adivinharmos tanto quanto o público. Mas eu acho que naquele momento ela só queria impressionar a Cheryl. Não era necessariamente uma atração sexual entre as duas.

A animação original do Archie tem alguns momentos icônicos como a canção “Sugar Sugar”. Veremos isso na série?

CM: Com certeza! Temos um pequeno cover de “Sugar Sugar” que vamos tocar. Teremos muita música na série, por enquanto todos cantam algo em algum ponto. Isso é tudo que eu posso falar. Eu ainda não ouvi a minha música, mas sei que vou cantar com Archie em algum momento.

Em entrevistas anteriores você citou Twin Peaks. De que maneiras você acredita que as semelhanças entre essas duas séries aparecem?

CM: Eu acho que o mistério do assassinato, esse elemento realmente ajuda a gente a trazer esse lado meio Twin Peaks. Além disso, o visual da série pode ser um pouco frio e isolado. Entende? Só o clima, parece muito com Twin Peaks. Entretanto, não é Twin Peaks, mas nós definitivamente estamos fazendo alusão a isso.


A série vai usar os personagens da Turma do Archie, mas vai se passar no nosso presente e explorar uma versão diferente do triângulo amoroso de Archie, Betty e Verônica, aproveitando também o surrealismo da vida em uma cidade pequena e dos segredos sombrios que se escondem embaixo de uma cidadezinha aparentemente perfeita.

Riverdale estréia em 26 de janeiro nos Estados Unidos. No Brasil, o primeiro episódio será exibido dia 13 de fevereiro, às 21h40 (do horário de Brasília), no Warner Channel.

Lista de atalhos

Acesso rápido

Controles do player