Reboot de Gossip Girl terá mais representatividade que a série original, diz showrunner

Joshua Safran quer retratar um cenário mais realista

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Reboot de Gossip Girl terá mais representatividade que a série original, diz showrunner

O reboot de Gossip Girl, feito para a HBO Max, trará mais representatividade para a série do que a original, afirmou Joshua Safran, o produtor-executivo e roteirista da produção de 2007 e showrunner da nova.

Em entrevista concedida à Vulture, Safran explicou que a série não refletia a realidade da época, há 13 anos. Dessa vez, segundo o showrunner, Gossip Girl terá “protagonistas não brancos” e conteúdo “queer”.

Safran revelou que, durante os anos em que esteve na produção original, ele era o único roteirista abertamente gay, o que dificultava colocar situações mais verdadeiras na série. Agora, o reboot lidará com um cenário mais realista do mundo.

Uma das coisas mais icônicas de Gossip Girl era a narração feita pela própria dona do blog de fofocas; só ouvíamos a voz dela, mas não a víamos. A atriz Kristen Bell (sim, a Anna de Frozen), era a responsável por narrar os fatos da vida alheia do Uper East Side de Nova York e, segundo o showrunner, ela estará de volta no reboot.

A trama se passará novamente na Constance Billard School for Girls, colégio particular frequentado pelas protagonistas da série original mas, segundo Safran, algo crucial mudará no plot principal da história.

O reboot de Gossip Girl ainda não tem data de lançamento. Ela será uma das produções exclusivas da HBO Max.