Rage 2 | O foco do jogo é a diversão, afirma o diretor Magnus Nedfors [Entrevista]

Conversamos sobre a mudança de tom na sequência durante a E3 2018

Jefferson Sato Publicado por Jefferson Sato
Rage 2 | O foco do jogo é a diversão, afirma o diretor Magnus Nedfors [Entrevista]

Uma das grandes surpresas da Bethesda na E3 2018 foi o anúncio de Rage 2, que foi revelado com um visual e um tom bem diferentes daquilo que os fãs se acostumaram no primeiro jogo. O diretor, Magnus Nedfors, conversou com a gente sobre estas mudanças e o que podemos esperar do inusitado título.

Estas diferenças estéticas em relação ao primeiro, segundo Nedfors, foi feita porque o objetivo é que o jogo seja divertido:

Quando decidimos fazer o jogo com a id Software, nós queríamos deixar tudo mais maluco e exagerado, o que inclui o tom. Ele se leva menos a sério, mas não é uma comédia. A história principal em si é bem sombria, mas não queremos um jogo sombrio e pesado, ele precisa ser divertido de jogar. O foco é a diversão, ter essa atmosfera de que tudo é meio doido.

O fato de ter uma aparência mais vívida e colorida também foi um objetivo desde o começo, o que permitiu que a equipe criasse uma identidade visual diferente. “Tanto a id quanto nós fizemos vários jogos onde tudo é marrom (risos), mas ter cor no jogo era um elemento muito importante para nós”, explicou o diretor, afirmando também que grande parte das inspirações para o estilo veio de quadrinhos e outros universos pós-apocalípticos dos anos 80 e 90.

Jogadores verão mais do que o deserto (marrom) desta vez, com campos verdes, pântanos, florestas densas e outras áreas, além de diferentes facções com visuais bem distintos, que “ajudam a dar um estilo único” para o jogo, complementa Nedfors.

Outra mudança em relação ao primeiro jogo é que a sequência está muito mais rápida, além de ter um foco maior na ação. Este é o resultado de juntar elementos da Avalanche com o combate da id Software (Doom; Wolfenstein):

A id Software tem desenvolvido títulos de FPS por tanto tempo que o estilo dele neste tipo de jogo acabou indo nesta direção. É sobre armas pesadas, movimento rápido, movimento que serve tanto de forma ofensiva quanto defensiva. É uma verdadeira colaboração entre o mundo aberto da Avalanche e do combate da id Software. Mas é possível escolher suas táticas, itens e armas da forma que você quiser.

Os fãs também podem esperar o retorno de alguns elementos de RPG, assim como no primeiro jogo, mas que esta não é a característica principal do game:

[Os elementos de RPG] estão no mesmo nível do primeiro jogo. Você terá diferentes equipamentos, armas, itens de suporte, poderes. Todos os equipamentos e armas poderão ser melhorados, além de habilidades que você pode melhorar com outros personagens. Então existirá um sistema de progressão, mas mais detalhes serão revelados no futuro.

Na sequência do título controlaremos Walker, um soldado que vai enfrentar uma organização opressiva que devastou sua gangue. O jogo terá muitas armas e elas serão altamente customizáveis, com chance de atualizá-las e construir novos equipamentos com elas.

Carros também serão parte vital do jogo. No próprio trailer é possível ver que haverão muitas perseguições armadas com tiros, bombas e muita loucura. Entre os veículos disponíveis estarão buggies, monster trucks e girocópteros.

Rage 2 chega em 2019 para Xbox One, PS4 e PC. O jogo está sendo desenvolvido em uma colaboração entre id Software, a desenvolvedora de DOOM, e a Avalanche Studios, de Mad Max.