Quanto custaria assinar (quase) todos os serviços de streaming?

Netflix, Amazon Prime Video, Crunchyroll, Spotify... E esse é só o começo

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Quanto custaria assinar (quase) todos os serviços de streaming?

Quando as plataformas de streaming apareceram, ninguém se importava muito por aqui. A pergunta que muitos se faziam era: “para que usar algo que tenho que pagar, se consigo (por meios ilegais) ter acesso ao mesmo conteúdo?”. Algum tempo depois, encontrar alguém que não utilize pelo menos um dos serviços se tornou uma tarefa quase impossível. Os agregadores de conteúdo oferecem algo a mais do que apenas filmes, séries, músicas ou livros; o streaming oferece conforto, o que, se analisarmos o sucesso das plataformas, ninguém abre mão.

Quando falamos de filmes e séries, as plataformas de VOD (video on demand: algo como “vídeos por demanda”), quase sempre se completam, deixando o usuário com um vácuo em algum ponto caso ele não assine algum dos serviços.

Por exemplo, quem quiser algo mais “cult” terá dificuldade de achar na Netflix, mas acha no Mubi. Quem quiser assistir aos clássicos da HBO, como Sopranos… Bom, só assinando a HBO mesmo. E por aí vai.

Quanto custa?

Então, se você quiser ter acesso a todo o conteúdo disponível, o quanto você deve desembolsar por mês?

Nós juntamos as maiores plataformas de streaming disponíveis no Brasil e somamos os valores dos planos individuais (os de família ficaram de fora) para sabermos o total a ser investido. Consideramos também os valores finais, não os promocionais de cada serviço.

Netflix

A terceira temporada de Stranger Things, exclusivo da Netflix, foi vista por mais de 40 milhões de contas

A gigante do streaming é a porta de entrada para quem quer se aventurar no mundo do conteúdo online. Por motivos de direitos autorais, o catálogo de filmes e séries que são exibidos muda de país para país e títulos acabam ficando indisponíveis caso o contrato acabe. Já as produções autorais — que tem crescido cada vez mais — estão sempre lá, a um clique do usuário, como é o caso de Stranger Things, The Crown e House of Cards.

O plano básico da Netflix, de apenas uma tela e sem HD, custa R$ 21,90 por mês. O primeiro mês é de graça para experimentar.

HBO GO

Euphoria marca uma nova fase na HBO

Inicialmente, só tinha acesso à HBO GO quem fosse assinante de uma TV a cabo. Isso acabou e, hoje, você pode assistir a um vasto catálogo de (ótimas) produções originais HBO, como Game of Thrones, Chernobyl, Greg News e a recém-adicionada Sex and The City, além dos filmes, que muita vezes foram lançados recentemente.

A HBO GO pode ser ser assinada por R$ 34,90 mensais. O usuário ganha os primeiros sete dias de graça para testar.

Amazon Prime Video

The Boys Amazon Prime Video
The Boys, exclusiva da Amazon Prime Video, é um sucesso de crítica de público e já tem a segunda temporada confirmada

A Amazon Prime Video não foi um sucesso instantâneo no Brasil. Seu catálogo é bom, mas não é exatamente vasto e apresenta problemas com a disponibilidade de áudios e legendas, como é o caso de Parks and Recreation, que não foi traduzido para o português, ou Blue Jasmine, do Woody Allen, que só tem disponível dublado. Por outro lado, a Amazon Studios tem investido cada vez mais em produções originais, o que faz a plataforma atraente para quem gosta de novidades, como American Gods, The Marvelous Mrs. Maisel e a recém-lançada The Boys — vale ressaltar, todas sucesso de crítica e público.

Recentemente, a Amazon Prime começou uma nova operação no Brasil: os assinantes do Prime Video terão frete grátis e expresso para produtos vendidos e entregues pela empresa. Além disso, o Prime dá acesso ao Twitch Prime, que dá itens gratuitamente em games selecionados e até mesmo jogos inteiros.

Também foram anunciados dois novos serviços no Brasil. O primeiro deles é o Prime Music, serviço de streaming de música da empresa que dá acesso a mais de dois milhões de músicas sem anúncios. O outro é o Prime Reading, que disponibiliza uma seleção rotativa de livros dos mais variados gêneros para o Kindle (que também possui aplicativo nas lojas do Android e iOS).

Por conta do lançamento da Amazon Prime, o valor mudou de R$ 14,90, para uma mensalidade de R$ 9,90, com a opção de assinatura anual por uma vez de R$ 89,90.

MUBI

Every Man For Himself, do Godard
Isabelle Huppert e Jacques Dutronc no filme Sauve qui peut (la vie), de 1980, do Godard, disponível no catálogo do MUBI

O MUBI é um serviço para quem procura filmes considerados “cult” e que gosta de curadoria de conteúdo. Ele disponibiliza apenas 30 filmes por vez, mas deixa a possibilidade de aluguel para alguns outros. A plataforma é perfeita para assistir desde aquele filme grego que você nunca achou uma legenda boa o bastante, ou para ver A Estrada Perdida, do David Lynch, até para assistir obras do Luis Buñuel, por exemplo.

O plano mensal do MUBI custa R$ 27,90. O assinante ganha os sete primeiros dias.

Globo Play

Deus Salve o Rei
Deus Salve O Rei, novela de época da TV Globo, disponível na íntegra no Globo Play

O streaming da Rede Globo traz um catálogo gigante das novelas da emissora, assim como as minisséries e especiais produzidos por ela. Estão disponíveis também séries como The Handmaid’s Tale – O Conto da Aia, Pretty Little Liars e The Killing Eve. Os programas de jornalismo podem ser assistidos de graça.

A assinatura da Globo Play custa ao usuário R$ 19,90 por mês.

Telecine Play

Infiltrado na Klan
Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado em 2019, Infiltrado na Klan pode ser assistido no Telecine Play

A plataforma não tem conteúdo exclusivo, mas tem um catálogo recheado de lançamentos e filmes para todos os gostos, desde grandes produções, como Bohemian Rhapsody, até filmes de diretores como Jean-Luc Godard e Agnès Varda.

O Telecine Play custa R$ 37,90 por mês. O usuário tem sete dias para experimentar o serviço.

Crunchyroll

One Piece
O anime One Piece está inteiro disponível no Crunchyroll

O Crunchyroll é um serviço de streaming de anime e doramas. A ferramenta é ideal para quem quer assistir às mais diversas produções, sempre com o catálogo atualizado de acordo com que sai no Japão. Os programas são legendados, alguns também dublados, e em alta definição.

Para assinar o Crunchyroll, o assinante paga R$ 25,00 por mês. O usuário ganha 14 dias para teste.

Looke

Halloween filme 1978
Halloween, clássico do terror de 1978, pode ser assistido no Video Club do Looke

O Looke é uma plataforma brasileira de streaming de filmes e séries. O serviço oferece títulos diversos em seu catálogo, desde comédias românticas aos filmes de diretores como Federico Fellini. O que vale de verdade a assinatura é a possibilidade de poder assistir aos filmes brasileiros disponíveis na SPcine Play, que só pode ser acessada com o cadastro do Looke. São diversos filmes nacionais ou então selecionados para a mostra de cinema de São Paulo, por exemplo.

O valor para assinar o Vídeo Clube do Looke é de R$ 16,90 mensais.

Oldflix

arnold schwarzenergger conan barbaro
Arnold Schwarzenegger como Conan, O Bárbaro, filme de 1982 disponível no Oldflix

O que pode incomodar alguns assinantes das grandes plataformas de streaming é a falta de clássicos do cinema, aqueles bem antigos, que sempre fazem parte das listas de “melhores filmes do mundo”, mas que é uma dificuldade imensa para achá-los disponíveis. O Oldflix nasceu da iniciativa de uma empresa brasileira e traz Rebecca (clássico do Hitchcock), Conan – O Bárbaro, A Ilha do Dr. Morea, entre vários outros títulos antigos.

Para assinar o Oldflix, o usuário paga R$ 12,90 mensais. Os sete primeiros dias são de graça para testar.

Spotify

Dentre os streamings de música, o Spotify disponibiliza, com exclusividade, o Nerdcast (inclusive, você já ouviu Nerdcast RPG? Vai ouvir!)

Para ouvir músicas, hoje temos diversas opções, como o Spotify, Deezer, Youtube Premium, Apple Music, Google Music, Rdio, Tidal e outros. O preço deles fica entre R$ 14,90 e R$ 20,90.

No caso das plataformas de música, o catálogo em si não muda tanto de um serviço para o outro, deixando o Spotify e o Deezer, por exemplo, muito parecidos. O critério de desempate aqui é a exclusividade de alguns conteúdos (como acontece com os streamings de filmes e séries).

Por causa de alguns podcasts exclusivos, escolhemos o Spotify. Custa R$ 16,90 por mês, com os primeiros trinta dias de graça para experimentar.

Kindle Unlimited

kindle unlimited
O Kindle Unlimited disponibiliza milhares de ebooks aos assinantes

Para quem já adotou os livros digitais, a opção é o Kindle Unlimited, serviço de “streaming de livros da Amazon”, no qual você paga um valor mensal e tem acesso a uma parte grande do catálogo da empresa.

O Kindle Unlimited custa R$ 19,90 mensais. O usuário ganha os trinta primeiros dias para testar (e a Amazon vive realizando promoções).

Vamos às contas…

Chegou a hora dos finalmentes… Vamos lá, recapitulando:

  • Netflix: R$ 21,90
  • HBO GO: R$ 34,90
  • Amazon Prime Video: R$ 9,90
  • MUBI: R$ 27,90
  • Globo Play: R$ 19,90
  • Telecine Play: R$ 37,90
  • Crunchyroll: R$ 25,00
  • Looke: R$ 16,90
  • Odflix: R$ 12,90
  • Spotify: R$ 16,90
  • Kindle Unlimited: R$ 19,90

Para ter acesso a 100% do conteúdo disponível em streaming, você deveria desembolsar o total de R$ 244,00 mensais e, assim, ser assinante de todas as plataformas.

Por ano, você gastaria R$ 2928,00, (desconsiderando que podem surgir promoções para quem paga o plano anual).

E é só começo

Anuncio Disney Plus
O Disney Plus foi anunciado recentemente com a promessa de trazer conteúdos exclusivos do estúdio e produções da Marvel, Star Wars e mais

E a guerra dos streamings está só começando por aqui: lá fora, há também o Hulu (plataforma responsável pela produção de The Handmaid’s Tale – O Conto da Aia): o plano sem propagandas mais simples custa US$ 11,99. Tem também o CBS All Access — o serviço que trouxe The Twilight Zone de volta — (custa US$ 9,99, sem propagandas).

Apple TV+

A Apple TV+ é a próxima a chegar no Brasil e no mundo. Ela é a plataforma de streaming da Apple, e que chegará no dia 1 de novembro deste ano. O valor será de R$ 9,90 (US$ 4,99 para os norte-americanos).

Já chegarão à plataforma, no dia do lançamento, a The Morning Show, série original com Jennifer Aniston, Steve Carell e Reese Witherspoon; Dickinson, estrelado por Hailee Steinfield, For All Mankind, uma série de ficção que conta uma história de uma realidade paralela da corrida espacial, e See, produção com Jason Momoa, o Aquaman, que mostra o que aconteceria com o mundo se todas as pessoas perdessem a visão.

O plano da Apple TV+ vale para toda a família: ou seja, a assinatura pode ser compartilhada entre diversos usuários. Por fim, para incentivar novos assinantes, a Apple incluirá um ano de TV+ na compra de dispositivos da empresa.

HBO Max

Em breve, também teremos o HBO Max (que disponibilizará produções originais de HBO, Warner Bros, New Line, DC Entertainment, CNN, TNT, TBS, truTV, The CW, Turner Classic Movies, Cartoon Network, Adult Swim, Crunchyroll, Rooster Teeth e Looney Tunes… ufa!). O valor não foi anunciado ainda, mas calcula-se que seja mais de US$ 15,00)

Disney+

Sem falar no Disney+ (custará, quando ficar disponível em 12 de novembro, nos Estados Unidos, US$ 6,99) e terá originais da Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic.

A Disney +, inclusive, oferece um combo que inclui o Disney+, ESPN+ (que inclui toda a programação do canal de esportes, assim como transmissões ao vivo) e o Hulu. O pacote estará disponível nos Estados Unidos também no dia 12 de novembro por US$ 12. O Disney+ chega à América Latina no segundo semestre de 2020.

Agora, resta saber quem tem todo esse dinheiro para gastar e, principalmente, tempo para assistir, ouvir e ler tanta coisa (eu já sei que EU não tenho).