Ota, cartunista e editor da MAD, morre aos 67 anos

Conhecido por seus quadrinhos de humor, quadrinista passou por jornais e teve revistas próprias

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Ota, cartunista e editor da MAD, morre aos 67 anos

O cartunista, escritor e editor Ota foi encontrado morto nesta sexta-feira (24).

O artista foi encontrado pelo corpo de bombeiros, acionado pelos vizinhos que ficaram preocupados após cinco dias sem contato com Ota, que tinha 67 anos.

Com uma carreira iniciada ainda nos anos 70, Otacílio Costa d’Assunção Barros é lembrado como um dos grandes nomes da versão brasileira da Revista MAD, que editou por mais de 30 anos e onde criou os famosos Relatórios Ota. Vencedor do Troféu HQ Mix em 1994 pela Revista do Ota, ele passou por diferentes editoras e jornais como Folha Dirigida e Jornal do Brasil.

Seus últimos trabalhos incluem a coleção de Asterix da Editora Record, os quadrinhos da Luluzinha e do Recruta Zero publicados pela Pixel Media, e o quadrinho autoral Garota Bipolar.

As informações são do G1.

Mais notícias