Oscar 2019 | Os melhores momentos da cerimônia

Teve Queen, discurso em espanhol, comédia e muito mais!

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Oscar 2019 | Os melhores momentos da cerimônia

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA entregou, neste domingo, o Oscar 2019. Sem um apresentador, a cerimônia teve um ritmo mais dinâmico, e foi iniciada com um show do Queen. Relembre os principais momentos.

Começo rock ‘n’ roll!

Já que a cerimônia desse ano não teve um apresentador, a premiação foi iniciada com um show ao vivo do Queen. Com Adam Lambert nos vocais, a banda tocou hits como “We Will Rock You” e “We Are The Champions”, arrancando aplausos da plateia, que ficou ainda mais empolgada com a presença de Freddie Mercury nos telões.

O monólogo de abertura

Apesar da falta de um apresentador oficial, as comediantes Tina Fey, Amy Poehler e Maya Rudolph fizeram um breve monólogo de abertura, tirando sarro das polêmicas da cerimônia, como a categoria de Melhor Filme Popular e a tentativa de se apresentar categorias técnicas durante os comerciais.

O prêmio de figurino

O prêmio de Melhor Figurino foi apresentado por Melissa McCarthy e Bryan Tyree Henry, e os dois subiram ao palco com roupas que misturavam elementos de todos os indicados, como O Retorno de Mary Poppins, Pantera Negra e Duas Rainhas.

Os primeiros Oscars da Marvel

Pantera Negra chegou chegando! O filme levou os prêmios de Melhor Figurino, Melhor Design de Produção e Melhor Trilha Sonora Original.

Khaleesi no Oscar!

Emilia Clarke, a Daenerys, apresentou a performance da música “I Will Fight”, do documentário RBG. Durante sua fala, ela disse que poderia emprestar seus dragões para uma batalha.

O discurso de Javier Bardem

Javier Bardem apresentou o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro, e, antes de anunciar o vencedor, fez um discurso em espanhol, celebrando a globalização e a diversidade de culturas do mundo todo, trazendo um tom político para a premiação.

A performance de “Shallow”

“Shallow”, de Nasce Uma Estrela, levou o troféu de Melhor Canção Original. Bradley Cooper e Lady Gaga apresentaram a canção no palco, em uma performance emocionante e com total química entre os dois.

Homenagem a Stan Lee

Stan Lee, que morreu em novembro de 2018, foi homenageado no tradicional In Memorian, sendo creditado como roteirista de HQs e produtor executivo dos filmes da Marvel. O memorial foi embalado por uma das músicas de Superman: O Filme, de 1978.

Relembrando Carrie Fisher

No discurso de vitória de Green Book: O Guia, por Melhor Filme, um dos produtores do longa dedicou o troféu a Carrie Fisher, a eterna princesa Leia. A atriz morreu em 2016.