Os filmes que mais decepcionaram em 2017 ou quando a realidade esmaga a expectativa

Liga da Justiça, Transformers e Ghost in the Shell estão na lista

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Os filmes que mais decepcionaram em 2017 ou quando a realidade esmaga a expectativa

Assim como qualquer indústria, o cinema também está passível de erros. No meio de tantos lançamentos (uma média de 700 por ano), Hollywood entregou algumas produções bem… abaixo do esperado em 2017.

Listamos aqui os filmes que mais nos decepcionaram esse ano, incluindo um da Netflix que não poderia ficar de fora:

Liga da Justiça

O filme de Zack Snyder tinha tudo para ser um dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos. Mas não foi bem isso que aconteceu. Com uma produção problemática e conturbada, Liga da Justiça apresentou uma trama confusa, cheia de buracos e esquecível, com momentos que não estavam em coerência com o que tinha sido apresentado no Universo DC até então.

Isso sem mencionar o CGI horroroso que usaram para remover o bigode de Henry Cavill.

Transformers: O Último Cavaleiro

A gente nunca espera muito de um filme de Transformers, mas O Último Cavaleiro conseguiu se superar no quesito “ser ruim”. Aqui, vemos uma trama com robôs dos tempos medievais, um dragão Transformer e aquela atuação fuleira de sempre do Mark Wahlberg.

Não foi dessa vez.

Assassinato no Expresso do Oriente

O filme dirigido e estrelado por Kenneth Branagh adapta o livro homônimo de Agatha Christie.

Com um elenco de primeira, que traz nomes como Judi Dench, Daisy Ridley, Josh Gad e Willem Dafoe, o filme não cativa em nenhum momento e só prende o espectador por duas horas porque ele já está curioso para descobrir a resolução do mistério.

Assassin’s Creed

Seguindo a máxima de que “filmes baseados em games são ruins”, Assassin’s Creed desperdiça seu potencial ao trazer uma trama rasa e sentir um certo medo de se assumir como um blockbuster pipocão, dando uma dramaticidade onde ela não se fazia necessária.

Podia ter sido mais, mas não foi.

A Torre Negra

A adaptação dos livros de Stephen King estava sendo planejada há anos, mas o resultado final foi….bem ruim.

O filme se preocupa mais em construir um universo grandiloquente do que contar uma história e no fim das contas o público não se importa com nenhum dos personagens e fica com a sensação de que tudo se resolveu rápido demais.

Death Note

A adaptação do mangá feita pela Netflix desagradou boa parte dos fãs da obra original ao trazer muitos elementos cômicos para a história e não dar a profundidade que os personagens mereciam.

Não foi dessa vez que Hollywood conseguiu fazer uma boa adaptação de um mangá.

A Múmia

Com A Múmia, a Universal pretendia lançar um universo compartilhado de monstros. Porém, o desempenho do filme nas bilheterias e na recepção do público suspendeu esses planos por enquanto.

A Múmia é um daqueles filmes que você até consegue assistir se estiver passando em uma Temperatura Máxima da vida, mas que deixa aquele gosto amargo ao final quando meses depois você relembra as cenas e pensa “que diabo foi isso?”.

A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell

Mais um anime que tinha potencial para algo irado e que acabou decepcionando os fãs. A Vigilante do Amanhã poderia ter sido o filme cyberpunk do ano, mas acabou apresentando uma trama que empresta somente alguns elementos da obra original e cria uma nova maçaroca que não é muito legal de se assistir.