OMS classifica vício em videogames como distúrbio

Nova classificação o coloca ao lado de alcoolismo e jogos de azar

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
OMS classifica vício em videogames como distúrbio

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou no último sábado (25) uma nova versão do Classificação Internacional de Doenças (CID-11), que classifica oficialmente o vício em videogames como um distúrbio, adicionando-o à lista de doenças modernas.

A nova classificação descreve o vício em jogos eletrônicos como “um distúrbio causado pelo uso de substâncias ou comportamentos viciantes”, o que o coloca ao lado de alcoolismo e jogos de azar.

Em resposta à classificação, representantes das indústrias de games da Europa, EUA e mais outros seis países se juntaram para divulgar uma declaração que pede à OMS que reconsidere sua decisão.

Nós estamos preocupados que a conclusão foi tomada sem o consenso da comunidade acadêmica. As consequências dessa ação podem ser amplas demais, não intencionais e em detrimento daqueles que realmente precisam de ajuda. […] Nós encorajamos e apoiamos a jogatina saudável oferecendo informações e ferramentas para isso, como por exemplo o controle parental, que auxilia bilhões ao redor do mundo a jogarem de forma agradável e enriquecedora. Assim como tudo na vida, moderação é a chave e encontrar o equilíbrio é essencial para todos jogarem de forma segura.

A OMS já havia classificado inicialmente o vício como um transtorno mental no ano passado, mas a assembleia recente oficializou a nova versão do CID-11, que entrará em vigor a partir de 2022.