Obra produzida por Inteligência Artificial é leiloada por US$ 432 mil

min G max D x [log (D(x))] + z [log(1 -- D (G(z)))]

Marina Val Publicado por Marina Val
Obra produzida por Inteligência Artificial é leiloada por US$ 432 mil

Pela primeira vez na história, uma obra de arte produzida por uma inteligência artificial foi vendida em uma respeitada casa de leilões. O valor alcançado também foi inesperado e alcançou US$ 432.500 (cerca de R$ 1.592.573 na cotação atual). Inicialmente, a estimativa era de que o a obra valeria algo entre entre US$ 7 mil e US$ 10 mil.

Edmond de Belamy” foi criada por uma IA criada pelo Obvious, um coletivo francês fundado por Pierre Fautrel, Hugo Caselles-Dupré e Gauthier Vernier. Apesar disso, a assinatura que aparece na imagem é “min G max D x [log (D(x))] + z [log(1 – D (G(z)))]”, um pedaço do código feito pelo grupo.

Edmond de Belamy

Para criar a obra, o algoritmo analisou 15 mil imagens de diferentes períodos. Depois disso, a IA tentou fazer uma série de retratos da “La Famille de Belamy” que parecessem feitos por humanos. Além de “Edmond de Belamy“, outros 10 foram produzidos.