O Livro de Boba Fett traz novos personagens e um velho monstro no terceiro episódio

Caprichando nos easter eggs, 3º episódio aprofunda a intriga no submundo de Tatooine

Daniel John Furuno Publicado por Daniel John Furuno
O Livro de Boba Fett traz novos personagens e um velho monstro no terceiro episódio

Mais do que havia feito no primeiro episódio, o diretor Robert Rodriguez (que também atua como um dos produtores executivos da série) deixa sua marca no terceiro capítulo de O Livro de Boba Fett. A assinatura do cineasta está explícita na cena de perseguição, na estética de um grupo de novos personagens e na escolha de seu mais frequente colaborador para um pequeno, porém revelador papel.

ATENÇÃO: spoilers do episódio a seguir!

As Ruas de Mos Espa começa com contextualização: o droide 8D8 explica a Boba Fett (Temuera Morrison) e Fennec Shand (Ming-Na Wen) que, na esteira da morte de Jabba, seu ex-mordomo, Bib Fortuna, ascendeu ao poder e o manteve por meio de alianças frágeis, dividindo Mos Espa em zonas controladas por três clãs criminosos – Trandoshanos, Aqualish e Klatooinianos – e comprando o apoio do prefeito, Mok Shaiz. Diante do exposto, Fett e Shand especulam que a tentativa de assassinato que sofreram foi encomendada pelos gêmeos Hutt.

A dupla então recebe Lortha Peel (Stephen Root), comerciante de água que afirma ter sido roubado por uma gangue que supostamente estaria aterrorizando as ruas do Distrito dos Trabalhadores. Fett se dirige à região e confronta o bando, liderado pela atrevida Drash (Sophie Thatcher). Ao descobrir que os jovens – todos dotados de próteses cibernéticas – estão desempregados e agiram não somente para obter água para sua subsistência, mas também para retaliar os preços abusivos cobrados pelo comerciante, o novo Daimyo decide contratá-los.

No palácio, em mais uma sessão terapêutica no tanque de bacta, Fett relembra o período seguinte à sua cerimônia de iniciação na tribo dos Tusken Raiders. Montado em um bantha, ele viaja até Mos Eisley, onde rapidamente cruza com uma mulher e seus droides – é Peli Motto (Amy Sedaris), a gerente de hangar que se torna amiga de Din Djarin e babá de Grogu em O Mandaloriano.

Na cidade, ele se reúne com o representante do Sindicato dos Pykes, a fim de coletar o tributo acordado após o assalto ao trem. O contrabandista, no entanto, afirma que não poderá pagar por outro esquema de proteção além do que já havia acertado com os Marchadores Kintan, os arruaceiros que Fett já havia enfrentado anteriormente. Com as mãos abanando, o protagonista retorna ao acampamento e o encontra em chamas, com todos seus companheiros mortos e o símbolo dos Kintan pintado em uma das tendas.

De volta ao presente, Fett é tirado à força de seu repouso por Krrsantan (Carey Jones), o ameaçador Wookiee a serviço dos gêmeos. Após um demorado embate, que conta com o auxílio de Shand, de Drash e sua gangue e dos guarda-costas Gamorreanos, eles enfim conseguem aprisionar o gladiador no fosso vazio do rancor.

Enquanto discutem como responder ao ataque dos Hutt, Fett e Shand são surpreendidos por uma visita dos próprios gêmeos, que vêm propor o encerramento das hostilidades. Eles afirmam ter sido enganados pelo prefeito Shaiz, que se aliou a outro grupo. Os irmãos informam que estão deixando Tatooine para evitar uma guerra e aconselham o Daimyo a fazer o mesmo. Como prova de boa vontade, deixam um presente: um rancor.

Os gêmeos Hutt em O Livro de Boba Fett
Os gêmeos Hutt em O Livro de Boba Fett

Depois de libertar Krrsantan, Fett se dirige ao fosso, agora novamente habitado. Lá, o treinador da criatura (Danny Trejo) lhe explica que elas são “emocionalmente complexas” e, apesar da fama de bestas furiosas, criam fortes laços afetivos com seus donos. Encantado, Fett diz que quer aprender a montar o rancor, como faziam as Bruxas de Dathomir – os fãs da série animada Clone Wars imediatamente vão reconhecer essa menção às Irmãs da Noite, ordem da qual a sith Asajj Ventress fazia parte.

Informados de que Shaiz recusou a audiência solicitada, Fett e Shand vão até a prefeitura para confrontá-lo, mas são enganados pelo mordomo (David Pasquesi), que foge em um landspeeder. Drash e seus amigos o perseguem em suas speeder bikes, até o encurralar. Pressionado pelo Daimyo, o mordomo enfim revela que os Hutt estavam dizendo a verdade: o prefeito se aliou aos Pykes. Pouco depois, Skad (Jordan Bolger), um dos companheiros de Drash, informa que vários membros do Sindicato acabam de desembarcar no espaçoporto de Tatooine – o que leva Fett a concluir que eles precisam se preparar para uma guerra.

Traiçoeiros e perigosos, os Pykes devem se consolidar como os principais antagonistas da série, já que, como o flashback mostrou, sobra motivação pessoal para Fett querer se vingar dos contrabandistas.

Outra informação relevante trazida pelo episódio envolve a “arma de Chekhov”, princípio literário proposto pelo escritor russo Anton Chekhov (1860-1904), segundo o qual apenas os elementos necessários devem ser introduzidos em uma história  – o nome se refere à noção de que se uma arma é mencionada na trama, ela deve ser usada em algum momento. O roteirista e criador da série, Jon Favreau, certamente conhece a regra; assim, se ele a seguir, em breve veremos uma cena potencialmente épica: Boba Fett montando um rancor.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1