O Irlandês pode ser o último filme da carreira de Martin Scorsese

O diretor acredita não haver mais espaço para títulos que não sejam de super-heróis

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
O Irlandês pode ser o último filme da carreira de Martin Scorsese

O Irlandês, o mais novo filme de Martin Scorsese, lançado pela Netflix, pode ser o último da carreira do famoso diretor.

Em entrevista ao The Guardian, o cineasta falou sobre a polêmica na qual se envolveu ao comentar que os filmes da Marvel não são cinema de verdade. Scorsese tentou explicar que ele se referiu à grande quantidade de títulos de super-heróis que ficam em exibição em salas de exibição e tiram o espaço de outros tipos de produção. Ele revelou que nem acreditava que O Irlandês conseguisse chegar a ser exibido em circuito comercial.

“Obviamente, discutimos muito sobre isso, que os cinemas estão sendo comandados por filmes de super-heróis – você sabe, apenas pessoas voando, batendo e esmagando, e está tudo bem se você quiser ver isso. Só que não há mais espaço para outro tipo de produção. Não sei quantos [filmes] mais poderei fazer – talvez acabe agora. O último. Então, a ideia era pelo menos terminá-lo e talvez exibir por um dia no NFT [National Film Theatre, cinema britânico], talvez um dia na Cinémathèque em Paris. Não estou brincando.”

Martin Scorsese explicou sua visão sobre cinema comercial e arte, apontando que o problema é a falta de proporção nas salas de exibição.

“Estamos em uma situação agora na qual os cinemas apenas exibem filmes de super-heróis. Você tem 12 salas – e 11 são longas de heróis. Se você gosta de filmes de super-heróis, ótimo, mas você precisa de 11 salas? É loucura para uma produção como Lady Bird ou The Souvenir. Esses filmes não precisam ser extremamente comerciais, mas existem filmes modestos e genuínos, que encontram um grande público. Só porque um filme é comercial, não significa que não é arte. O que consumiu os cinemas é o produto. Um produto que deve ser consumido e jogado fora. Veja um filme comercial, como Cantando na Chuva. Você pode assistir de novo e de novo. Então a pergunta é: como vamos proteger esta forma de arte?”

O Irlandês acompanha a história real de Sheeran, um mafioso suspeito de ter matado Jimmy Hoffa, líder sindical cujo corpo nunca foi encontrado.

O elenco conta com Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci, Harvey Keitel, Ray Romano, Bobby Cannavale, Anna Paquin, Stephen Graham, Stephanie Kurtzuba, Jack Huston, Kathrine Narducci, Jesse Plemons, Domenick Lombardozzi, Paul Herman, Gary Basaraba e Marin Ireland.

O longa é dirigido por Martin Scorsese com roteiro de Steven Zaillan.

O Irlandês está disponível na Netflix. Leia a nossa crítica!