Nossas primeiras impressões sobre o Exterminador do Futuro: Destino Sombrio

Assistimos a vinte minutos do filme, a convite da Fox, lá no México

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Nossas primeiras impressões sobre o Exterminador do Futuro: Destino Sombrio

Durante um evento para fãs que aconteceu na Cidade do México, assistimos a cerca de vinte minutos de Exterminador do Futuro: Destino Sombrio.

O começo mostrou como Grace (Mackenzie Davis) e o novo Exterminador (Gabriel Luna) chegaram na Terra, culminando no encontro dos dois e na perseguição mostrada em trailers anteriores. Vimos toda a sequência que leva Grace e Dani Ramos (Natalia Reyes) até o momento em que se encontram com Sarah Connor (Linda Hamilton).

As cenas de ação são muito bem executadas e satisfazem o desejo por lutas agressivas e grandiosas protagonizadas por Grace, com carros capotando, explosões, tiros e soco na cara.

Em um primeiro momento, a trama não parece muito complexa: o alvo do Exterminador é Dani, e Grace veio para impedi-lo. Os outros personagens vão se envolvendo no meio do caminho, como é o caso de Sarah Connor, embora este trecho não deixe claro se o relacionamento entre ela e Grace será amigável. Só assistindo a versão finalizada para saber.

Pessoalmente, senti que o que vimos foi como juntar todas as peças dos quebra-cabeças que são os trailers revelados até o momento. Ao longo dos vinte minutos, as cenas e falas soltas dos materiais de promoção fizeram mais sentido e ganharam uma camada a mais de história por trás.

Não deu para comprovar em tão pouco tempo assistindo ao longa, mas o elenco também mencionou que há três vezes mais ação neste filme do que nos anteriores, portanto os fãs do gênero podem esperar, ao menos, um belo espetáculo.

Exterminador do Futuro: Destino Sombrio no dia 31 de outubro.


A jornalista viajou até o México a convite da Fox.