Netflix e YouTube reduzem a qualidade de streaming na Europa durante surto do coronavírus

O pedido de redução foi feito pela União Europeia

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Netflix e YouTube reduzem a qualidade de streaming na Europa durante surto do coronavírus

Muitos países europeus adotaram a medida de quarentena para a população devido ao surto de coronavírus, o que elevou os acessos à internet.

Isso fez com que a União Europeia, temendo que os acessos pudessem sobrecarregar as redes do continente, solicitasse que plataformas de streaming diminuíssem a qualidade de transmissão.

Na última quinta-feira (19), a Netflix acatou o pedido e anunciou que a redução vai durar pelos próximos 30 dias. A informação é da Variety.

“Por conta dos desafios criados pelo coronavírus, a Netflix decidiu começar a reduzir a taxa de bits em todas as nossas transmissões na Europa. Estimamos que isso reduzirá o tráfego nas redes da Europa em 25%”, informou um porta-voz da empresa.

E, nesta sexta-feira (20), foi a vez do Google de anunciar que seguirá a solicitação com o YouTube, segundo a agência Reuters. No entanto, não foi citado por quantos dias.

Por enquanto, as medidas de redução de qualidade de streaming são apenas preventivas.

A indústria da cultura pop e do entretenimento tem sofrido com cancelamentos e adiamentos por conta do novo coronavírus. Confira tudo o que foi afetado até agora aqui.

Mais notícias