Robô da NASA capta pela primeira vez sons acústicos de Marte

Novo estudo permite descobrir características desconhecidas do planeta vermelho

Vítor Heringer Publicado por Vítor Heringer

Um grupo de cientistas realizou um novo estudo em Marte que captou pela primeira vez a velocidade do som do planeta vermelho. O registro veio através da sonda Perseverance Rover, da NASA, agência especial norte-americana.

A pesquisa constatou que a velocidade do som de Marte (de 140 m/s a 250 m/s) é mais lenta do que na Terra (média de 343 m/s).

Segundo Sylvestre Maurice, astrofísico da Universidade de Toulouse e coautor do estudo, a investigação nunca foi usada no planeta vermelho. “Espero que venham muitas descobertas, usando a atmosfera como fonte de som e meio de propagação“, disse.

Outra descoberta da pesquisa destaca que o som em Marte se propaga por uma curta distância, de apenas 8 metros, por conta da atmosfera fina e fria de CO2. Já na Terra, a propagação pode chegar até cerca de 65 metros.

Além disso, o cientista até brincou com o predomínio do silêncio no planeta. “Em algum momento, pensamos que o microfone estava quebrado, estava tão quieto“. No entanto, ainda foi possível captar alguns sons (ouça no vídeo em destaque).

No entanto, o silêncio durante a pesquisa foi devido à baixa pressão atmosférica no planeta naquele momento, ressaltou Baptiste Chide, do Laboratório Nacional Los Alamos, no Novo México, também coautor.

“Estamos entrando em uma temporada de alta pressão. Talvez o ambiente acústico em Marte seja menos silencioso do que quando pousamos.”

O estudo foi publicado na revista Nature no último dia 1. Para conferir mais informações, acesse o site oficial da NASA.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1