Monstro do Pântano | Série foi cancelada por problemas burocráticos

Problema em lei de incentivo acabou prejudicando a produção

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Monstro do Pântano | Série foi cancelada por problemas burocráticos

A série do Monstro do Pântano foi cancelada apenas uma semana depois de sua estreia, mesmo tendo sido recebida com críticas positivas.

No Twitter, o roteirista John Gholson explicou que o cancelamento ocorreu por problemas burocráticos, que causaram uma crise orçamentária na produção:

“Nos artigos sobre MONSTRO DO PÂNTANO parecem existir confusões sobre o ‘porquê’ do cancelamento. As razões não apareceram nos veículos de entretenimento, MAS, foram notícia na Carolina do Norte”

“A Carolina do Norte prometeu um abatimento de US$ 40 milhões em impostos. Por conta de um erro na papelada, eles não conseguiram entregar. Isso era cerca de metade do orçamento da primeira temporada”

“Quando a CN descobriu o erro, eles corrigiram. A WB parou a produção, percebendo que iam tomar um banho de água fria nessa questão e que iam pagar muito mais do que previram. Mesmo com os ajustes, o abatimento seria de US$ 14 milhões. É uma diferença massiva”

“Não teremos uma segunda temporada porque é muito caro manter a qualidade da primeira, especialmente em uma plataforma de nicho. Não temos motivos apenas para suspender a produção, já que o acordo com a CN não é bom para eles de todo jeito”

A lei de incentivo do audiovisual na Carolina do Norte começou a valer em 2018, com o estado prometendo um abate de até 25% dos impostos que seriam pagos em cada produção, além de um repasse de valores das contas públicas como forma de fomentar a indústria na região.

A série do Monstro do Pântano não foi exibida no Brasil.