Ministério Público investiga Valve por jogo sobre Bolsonaro

MPF pede que jogo seja tirado do ar pelo presidenciável "ganhar pontos ao matar minorias"

João Abbade Publicado por João Abbade
Ministério Público investiga Valve por jogo sobre Bolsonaro

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, o MPDFT, abriu uma investigação contra a Valve, o Steam e todos os responsáveis por criar o jogo Bolsomito 2k18. O beat’em’up (briga de rua) estrelando o presidenciável do PSL mostra o Capitão da Reserva espancando minorias como baianos, negros, LGBTs, militantes do MTST e outros. O órgão do Governo responsabiliza o Steam por disponibilizar o jogo e os desenvolvedores por fazer uma obra na qual um personagem “ganha pontos ao matar minorias”.

De acordo com o SteamCharts, o título desenvolvido por um estúdio brasileiro teve o máximo de 25 pessoas jogando ao mesmo tempo. Pouco mais de 130 resenhas foram deixadas no Steam.

O MPF aponta que a Constituição Federal Brasileira tem como objetivo promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação. O que faria do jogo inconstitucional. Como o Marco Civil da Internet de 2014 prevê que todos os cidadão devem ser respeitados na web, o jogo está sendo investigado por violar os diretos constitucionais.

O Ministério Público nota que a desenvolvedora BS STUDIOS ” desenvolveu um jogo em que `Bolsomito` ganha pontos ao matar minoria”. A própria descrição feita por seus criadores apontam as minorias como inimigos. A página do jogo contém a seguinte frase: “Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país. Muita porrada e boas risadas”.

Captura de tela de Bolsomito 2k18 vinculada na página do Steam do jogo

Com isso, o Ministério Público pede que o Steam pare de comercializar o jogo Bolsomito 2k18 em sua plataforma e que escreva para o MPF identificando os responsáveis pelo BS Studios.

Na portaria de n.23/2018, o Ministério Público justifica suas sanções para o processo com os seguintes pontos:

  • Considerando que o citado jogo está sendo comercializado pelo Steam, plataforma digital de distribuição de videogames;
  • Considerando que o Steam é uma plataforma da empresa Valve Corporation – Valve L.L.C.
  • Considerando que o jogo foi produzido pela BS Studios
  • Considerando que jogo foi lançado no dia 05 de outubro de 2018, ou seja, 2 (dois) dias antes do primeiro turno das eleições brasileiras;
  • Considerando que o jogo possui clara intenção de prejudicar candidato à Presidência da República e com isso embaraçar as eleições 2018;
  • Considerando que o jogo causa danos morais coletivos aos movimentos sociais, gays e feministas;
  • Considerando que o jogo viola o Digital Millennium Copyright Act

A investigação está sendo comandada por Frederico Meinberg Ceroy e Liz-Elainne de Silvério e Oliveira Mendes, ambos Promotores de Justiça do MPF.

Bolsomito 2k18 foi lançado em 5 de outubro e é classificado por seus criadores como: “um jogo indie em pixel-art que segue o estilo Beat ‘em up (briga de rua), e conta a história de um homem farto de viver em uma sociedade corrompida por um inimigo ideológico, que pretende se perpetuar no poder através de uma ditadura comunista.”

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1