Diretor de Mindhunter revela como seria terceira temporada cancelada

Série da Netflix tinha produção de David Fincher, diretor de Clube da Luta

Pedro Siqueira Publicado por Pedro Siqueira
Diretor de Mindhunter revela como seria terceira temporada cancelada

Caso ganhasse uma terceira temporada, a série Mindhunter, da Netflix, teria os detetives Ford e Tench interagindo com personalidades reais de Hollywood e influenciando até mesmo filmes como os do canibal fictício Hannibal Lecter. É o que revela Andrew Dominik, diretor de episódios da produção, em entrevista ao Collider. A série protagonizada por Jonathan Groff e Holt McCallany está em hiato desde 2019.

Dominik diz:

“O que estavam preparando para a terceira temporada era uma ida deles [Holden e Bill] a Hollywood. Um deles estaria conversando com Jonathan Demme [diretor de O Silêncio dos Inocentes], e o outro com Michael Mann [diretor de Caçador de Assassinos]. A trama seria sobre os perfis da dupla se tornando parte do contexto cultural da época, entrando na consciência do público. Essa era a temporada que todo mundo estava muito ansioso para fazer…”

O diretor se refere a cineastas da vida real, responsáveis por clássicos do cinema de suspense com serial killers. Caçador de Assassinos (1986), por exemplo, é a primeira aparição do Hannibal na telona.

Mindhunter teve duas temporadas, exibidas em 2017 e 2019. A série é situada nos anos 1970 e 1980, mostrando dois agentes do FBI em busca de estabelecer um padrão no modus operandi de diversos assassinos em série pelos EUA.

Uma terceira temporada acabou engavetada pela falta de disponibilidade de David Fincher (Clube da Luta), produtor executivo da série, em se comprometer com o longo período de gravações. Apesar de, oficialmente, a série permanecer em hiato, tanto o produtor como elenco afirmaram que há poucas chances de uma renovação.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1