Metal Gear Solid | Adaptação para cinema ainda está acontecendo, diz diretor

Jordan Vogt-Roberts tem se encontrado com Hideo Kojima para trabalhar no roteiro

Jefferson Sato Publicado por Jefferson Sato
Metal Gear Solid | Adaptação para cinema ainda está acontecendo, diz diretor

Talvez você não se lembre ou não saiba, mas Metal Gear Solid está marcado para ganhar uma adaptação no cinema já faz muito tempo e, apesar da demora para novidades serem divulgadas, parece que o projeto ainda está vivo, segundo o diretor Jordan Vogt-Roberts.

Quando participou de uma entrevista para divulgar seu próximo filme, Kong: A Ilha da Caveira, o Collider perguntou sobre o filme e como anda a produção. Ele garante Metal Gear Solid é sua franquia preferida e até mesmo tem se encontrado com Hideo Kojima, criador da franquia, para trabalhar no roteiro.

Metal Gear Solid é provavelmente a franquia mais importante para mim no planeta. E um trabalho tão genial e idiossincrático e ser capaz de passar tempo com Kojima recentemente foi como um sonho. Ele é o melhor e seu tome todo é o melhor. Estamos trabalhando no roteiro. Esta é uma propriedade que eu vou lutar muito para ter certeza que será feito do jeito certo, porque é tão fácil estragar e tão fácil para que um estúdio tente fazê-lo como um G.I. Joe ou um Missão: Impossível, tente fazer com que seja algo que não é. Metal Gear Solid precisa ser exatamente o que é.

Segundo ele, os fãs poderão reconhecer alguns elementos de Metal Gear Solid em Kong: A Ilha da Caveira:

É tão interessante porque, diferente de um quadrinho que teve 40 ou 100 escritores diferentes ao longo dos anos, por décadas o Metal Gear Solid teve, essencialmente, uma voz. Estamos lidando com uma propriedade muito específica que é idiossincrática a uma personalidade e com um ponto de vista de uma pessoa. […] Na verdade eu acho que quando as pessoas verem Kong eles vão perceber: ‘oh, há coisas que se alinham com este tom’, onde ele pode ser incrivelmente sério, sombrio e intenso ou também pode ser incrivelmente bobo e fazer graça consigo mesmo, assim como Metal Gear.

Por sorte há produtores incríveis nele, mas esta é uma propriedade que é tão pura e importante para minha alma, porque é algo com o qual eu cresci, que eu gostaria de transformar no filme que ele precisa ser. Acho que será um filme enorme, incrível, mas precisa ser feito de um jeito que honre completamente o que Metal Gear é, porque é um trabalho clássico e seminal não apenas em vídeo games, mas na mídia.

Segundo ele, a parte mais importante é acertar o tom do filme para que seja algo próprio de Metal Gear e não uma adaptação qualquer, que realmente agrade fãs como ele.

Acho que o mais importante agora é acertar o tom, encontrar uma história que faz sentido. Você olha o escopo do mundo de Metal Gear e vai desde os anos 60 e antes disso na história, e então vai para os jogos mais contemporâneos num futuro próximo e coisas assim, você está lidando com décadas de personagens. Você está lidando com questões de como o Snake e o Big Boss interagem, como Zero e estas outras pessoas interagem entre si? Como você escolhe o ninja ciborgue e a Sniper Wolf e todas estas pessoas e faz com que elas se encaixem em uma narrativa que tenha sentido?

Então primeiro eu quero achar a versão que alguém como você que é um grande fã diga: “eles conseguiram. Esse é meu Metal Gear’. Além de ser um filme de vídeo game, além da diferença entre experiência ativa e passiva e por que as pessoas não conseguiram traduzir uma experiência ativa em uma boa experiência passiva em filme. Além destas questões, para mim, nem é sobre ser um filme de vídeo game. Metal gear é uma história importante, um grupo importante de personagens.

Vogt-Roberts parece realmente um fã da série, o que provavelmente será bom para adaptação. Também é importante ver que Hideo Kojima, apesar de ter se afastado da franquia, está colaborando com o roteiro do filme.

Será que finalmente teremos uma adaptação boa de jogo para o cinema?