Megan Fox em entrevista

Ok, você leitor e leitora deve estar saturado de tantas noticias sobre Revenge of the Fallen. Mas se trata dela, Megan Fox, a nossa raposinha, ou como diria um pequenino transformer “a deusa guerreira”. Ela deu mais uma entrevista falando de um pouco de cada coisa e, claro, sobre a mais nova aventura de Michael […]

Megan Fox em entrevista

Ok, você leitor e leitora deve estar saturado de tantas noticias sobre Revenge of the Fallen. Mas se trata dela, Megan Fox, a nossa raposinha, ou como diria um pequenino transformer “a deusa guerreira”. Ela deu mais uma entrevista falando de um pouco de cada coisa e, claro, sobre a mais nova aventura de Michael Bay.

Numa suíte de hotel em Los Angeles, a atriz bem confortada fala mais uma vez o que pensa:

“Não posso dizer que ralei tanto para chegar aonde estou. Eu era muito pobre quando vim de Los Angeles. Com 17 anos, não podia nem comprar laminas para depilar as pernas antes de sair com um cara. Mas as coisas deram certo em pouco tempo.”

E além disso deu uma palhinha sobre ser sex symbol, a musa declarou:

“Só acho ridicula essa coisa de ser sex symbol. Qualquer mulher famosa pode ser sex symbol. Não me acho horrorosa, mas estou longe de ser bonita.”

Logo depois, Fox resolveu dar aspas sobre como é estar na franquia dos robozões:

“No primeiro Transformers fiquei totalmente perdida no set. Estou um pouco melhor neste segundo, mas me recuso a assistir a qualquer filme que faço. Odeio o som da minha voz e fico em pânico quando me vejo na tela. Tenho muito que aprender. Não sou digna de comparações com Angelina Jolie.”

Maliciosamente Megan faz uma comparação:

“Sou uma garota muito mais Megatron do que Optimus Prime. Sei lá, ele [o vilão de Transformers] parece o tipo de cara que ouve rock, fuma e sabe se divertir”.

Fechando o bloco de entrevistas a qual estava cansada, solta sobre Jennifer’s Body.

“É, no filme eu me alimento de rapazes. Fora da ficção, não os devoro literalmente, mas sou geniosa. Faço isso com palavras e sou sexualmente agressiva. Sempre odiei figuras autoritárias em minha vida. Só tolero as ordens de Michael Bay porque ele é temporário.”

Depois dessas palavras, confiram esse ímpeto de Megan ‘a deusa guerreira’ Fox nos cinemas.

Via O Globo


Efraim FernandesEfraim Fernandes percebeu que mosdéstia é a qualidade gritante de Megan Fox.

.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1