Liga da Justiça | Presidente da DC tentou amenizar culpa de Geoff Johns, diz Ray Fisher

Ator denunciou publicamente o suposto comportamento tóxico de Joss Whedon

Marina Val Publicado por Marina Val
Liga da Justiça | Presidente da DC tentou amenizar culpa de Geoff Johns, diz Ray Fisher

Em julho, Ray Fisher, ator que interpreta o Ciborgue em Liga da Justiça, denunciou publicamente o suposto comportamento abusivo e tóxico de Joss Whedon no set das refilmagens, que teria sido permitido por Geoff Johns e Jon Berg (veja mais aqui). No fim de agosto, a Warner começou a investigar o caso (relembre).

Agora, o ator voltou a comentar sobre o assunto no Twitter e afirmou que o presidente of DC Films, Walter Hamada, tentou colocar Joss Whedon e Jon Berg como únicos culpados:

Para que vocês entendam melhor quão fundo isso vai: Depois de me queixar sobre Liga da Justiça, recebi um telefonema do presidente da DC Filmes no qual ele tentou culpar Joss Whedon e Jon Berg na esperança de que eu pegasse leve com Geoff Johns. Não vou fazer isso. Responsabilidade > Entretenimento.

Whedon assumiu o projeto após a saída de Zack Snyder por questões pessoais. O longa arrecadou US$ 657,9 milhões mundialmente e muitos fãs se uniram pedindo para que a versão de Snyder fosse lançada.

Após anos de campanha, o Snyder Cut será lançado diretamente na plataforma HBO Max em algum momento de 2021 .

Mais notícias