Kojima pretende criar mais jogos de mundo aberto depois de Death Stranding

Desenvolvedor quer que ele e os jogadores tenham mais liberdade

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Kojima pretende criar mais jogos de mundo aberto depois de Death Stranding

Parece que Hideo Kojima pegou gosto pelos jogos de mundo aberto depois de desenvolver Metal Gear Solid V: Phantom Pain e Death Stranding.

Em entrevista para o site alemão 4Players, o desenvolvedor japonês explicou que está cansado de jogos lineares e que gosta que tanto ele quanto os jogadores tenham mais liberdade.

Depois de desenvolver um jogo de ação em mundo aberto, você não consegue mais voltar para outros gêneros que se afastam disso. Tudo por conta da interatividade. Claro que existem outras maneiras de criar um jogo, como aqueles mais lineares. No entanto, não vou conseguir voltar para isso depois da experiência que eu tive. Os maiores desafios do mundo aberto são a tecnologia, que dificulta a criação, e a montagem da trama, porque ela pode ser perdida no meio do jogo. Quanto mais liberdade tiver, a história pode ser perdida, e os jogadores ficarão distraídos com outros elementos.

Por fim, Kojima explicou que a mudança de uma narrativa linear para um jogo totalmente aberto em MGS V foi algo proposital para “mexer” com a cabeça dos fãs.

Death Stranding será lançado em 8 de novembro de 2019 para PlayStation 4.