Jupiter e Saturno protagonizam fenômeno raro que não acontece desde o século XVII

Planetas aparecem extremamente próximos no céu

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Jupiter e Saturno protagonizam fenômeno raro que não acontece desde o século XVII

Os planetas Júpiter e Saturno são os protagonistas de um acontecimento raro no céu na Terra durante o mês de dezembro.

Quando dois planetas aparecem próximos um do outro no céu terrestre, o fenômeno é chamado de “conjunção dos planetas”, e, nesse caso em particular, o acontecimento leva o nome de grande conjunção, por se tratarem dos dois maiores planetas do Sistema Solar.

De 16 a 25 de dezembro, a dupla poderá ser observada após o pôr-do-sol, e a percepção será de que estão bastante próximos um do outro, a menos de uma lua cheia de distância.

Em 21 de dezembro, no dia de solstício de verão para o hemisfério sul, os dois gigantes poderão ser vistos como se fossem um planeta duplo — estima-se que a distância entre eles será de apenas 1/5 do tamanho de uma lua cheia.

A grande conjunção em si não é tão incomum, acontecendo de 20 em 20 anos, mas a proximidade dos corpos celestes é o que surpreende. Esse é o mais próximo que poderemos vê-los desde 1226. A próxima oportunidade de vê-los tão perto um do outro será em 2080, e, depois disso, só em 2400.

Será possível observar o fenômeno a olho nu em lugares com o horizonte completamente limpo, e quanto mais próximo da linha do Equador, melhor. Os planetas estarão a oeste.

Você pode ver o posicionamento da grande conjunção através do Stellarium, que possui versão para web e aplicativo. Clique aqui para acessar.

Com informações do Phys.org.