Júpiter e Saturno dão “beijo cósmico” hoje; saiba como ver

A grande conjunção vai atingir seu ápice na noite de hoje

Marina Val Publicado por Marina Val
Júpiter e Saturno dão

Hoje (21), no dia de solstício de verão para o hemisfério sul, Júpiter e Saturno vão estrelar um fenômeno raro chamado “grande conjunção” e poderão ser vistos como se fossem um planeta duplo — estima-se que a distância entre eles será de apenas 1/5 do tamanho de uma lua cheia.

Para observar esse fenômeno incrível, você pode ver o posicionamento da grande conjunção através do Stellarium, que possui versão para web e aplicativo. Clique aqui para acessar.

Caso prefira observar o céu diretamente, a recomendação é procurar um lugar alto, com a vista do horizonte bem limpa, sem prédios, montanhas ou fortes luzes — algo que é um pouco complicado em grandes cidades. Quanto mais próximo da linha do Equador, melhor.

Entre 19h e 20h30, olhe para Noroeste, a mesma direção que o Sol se pôs. A olho nu, os dois planetas estarão praticamente juntos e, apesar de ser um espetáculo apenas assim, é possível ver com mais detalhes com a ajuda de um telescópio amador, binóculo ou câmera profissional com lente teleobjetiva.

Quando dois planetas aparecem próximos um do outro no céu terrestre, o fenômeno é chamado de “conjunção dos planetas”, e, nesse caso em particular, o acontecimento leva o nome de grande conjunção, por se tratarem dos dois maiores planetas do Sistema Solar.

A grande conjunção em si não é tão incomum, acontecendo de 20 em 20 anos, mas a proximidade dos corpos celestes é o que surpreende. Esse é o mais próximo que poderemos vê-los desde 1623, mas só em 1226 a aproximação aconteceu durante a noite. A próxima oportunidade de vê-los tão perto um do outro será em 2080, e, depois disso, só em 2400.