Jon Favreau comenta opinião de Scorsese e Coppola sobre filmes da Marvel

"Esses dois caras são meus heróis e eles conquistaram o direito de se expressar"

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Jon Favreau comenta opinião de Scorsese e Coppola sobre filmes da Marvel

Jon Favreau, conhecido por ter dirigido O Rei Leão (2019), Homem de Ferro, Mogli – O Menino Lobo e, agora, ser produtor da série The Mandalorian, também entrou na polêmica sobre os filmes da Marvel serem ou não cinema.

Depois de Martin Scorsese iniciar um debate sobre os filmes de super-herói, o premiado diretor Francis Ford Coppola – mundialmente conhecido pela trilogia Poderoso Chefão –, reforçou o argumento do colega e ainda chamou os longas da Marvel de “desprezíveis”.

Em entrevista ao Yahoo!, Coppola chegou a dizer que Scorsese foi sutil ao dizer que os filmes não são cinema. “Ele não disse que são desprezíveis, mas eu acabei de falar.”

Favreau, que se torno uma Lenda da Disney este ano, pareceu tentar apaziguar a situação. Durante entrevista à CNBC, falou sobre os dois cineastas e a importância que ambos têm em sua carreira.

Esses dois caras são meus heróis e eles conquistaram o direito de expressar as suas opiniões […] Eu não faria o que eu faço hoje se eles não tivessem aberto o caminho. Eles serviram como fonte de inspiração para mim. É possível ver isso em Swingers – Curtindo a Noite [filme que Favreau é roteirista], quando eu faço uma referência a Martin [Scorsese]. […] Para mim, eles podem expressar a opinião que eles quiserem e nós teremos que aprender a lidar com isso.

O diretor e produtor escolheu tomar um rumo bem diferente do tomado por outras pessoas do ramo sobre a polêmica.

Damon Lindelof, criador da série de Watchmen, não achou justa a colocação de Scorsese. Robert Downey Jr., James GunnKaren Gillan, também saíram em defesa da Marvel.

Samuel L. Jackson foi um pouco mais incisivo em sua colocação e disse que “nem todo mundo gosta dos filmes” de Martin Scorsese.