John Lasseter é acusado de assédio sexual e se afastará da Pixar até 2018

Executivo escreveu comunicado oficial aos funcionários

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
John Lasseter é acusado de assédio sexual e se afastará da Pixar até 2018

John Lasseter anunciou que se afastará da Pixar até 2018. No comunicado, o executivo explica que alguns de seus comportamentos deixaram funcionárias desconfortáveis e se sentindo desrespeitados e que usará esse tempo para refletir sobre suas atitudes.

Recentemente, eu tive algumas conversas difíceis que foram bem dolorosas para mim. Nunca é fácil encarar seus erros, mas é a única forma de aprender com eles. Como resultado isso, tenho pensado muito no líder que sou hoje e me comparando com o mentor e defensor que quero ser. Me chamaram a atenção dizendo que eu fiz com que alguns de vocês se sentissem desrespeitados e desconfortáveis. Nunca foi minha intenção. Coletivamente, vocês são o meu mundo e eu peço desculpas se os decepcionei. Eu quero me desculpar especialmente com qualquer pessoa que recebeu um abraço indesejado de mim ou qualquer outro gesto que possa ter cruzado alguma linha. Independente das minhas boas intenções, todos tem o direito de terem seus próprios limites respeitados.

Nas minhas conversas com a Disney, concluímos que estamos unidos no nosso compromisso de tratar suas preocupações com a seriedade necessária e lidar com elas da maneira apropriada. Também desejamos reforçar a cultura vibrante e respeitosa que tem sido a fundação de nosso estúdio de sucesso desde o começo. Nós concordamos que o primeiro passo nessa direção será o meu afastamento para refletir e descobrir como seguir em frente. Apesar de ser difícil ficar longe de um trabalho que eu amo e de um time que considero muito enquanto pessoas e artistas, sei que essa é a melhor decisão para nós no momento. Minha esperança é que esses seis meses me darão a oportunidade de cuidar melhor de mim, de recarregar as baterias e me inspirar e de no fim das contas voltar para cá com a perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Tenho muito orgulho desse time e sei que vocês continuarão surpreendendo o mundo na minha ausência. Eu desejo a todos um excelente final de ano e estou ansioso para trabalhar com vocês novamente no próximo ano.

John.

Em uma reportagem do THR, Lasseter é acusado de apalpar, beijar e fazer comentários sobre a aparência de funcionárias da empresa, além de abraçar colaboradores em momentos inoportunos. O artigo também relata que em uma ocasião, Lasseter passou a mão nas pernas de uma executiva que estava sentada ao seu lado em uma reunião.

A Disney não comentou o assunto por enquanto e até o momento Lasseter deve voltar a trabalhar daqui seis meses.