Reações ao prelúdio de Jogos Vorazes elogiam elenco e criticam terceiro ato

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes chega aos cinemas ainda em novembro

Arthur Eloi Publicado por Arthur Eloi
Reações ao prelúdio de Jogos Vorazes elogiam elenco e criticam terceiro ato Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes/Divulgação

Oito anos depois, a franquia Jogos Vorazes ganhará um novo filme com Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes. O longa já foi exibido para a imprensa estrangeira, que compartilhou as primeiras impressões.

As reações iniciais apontam um filme que está a altura do restante da saga, ainda que muitos críticos afirmam que o terceiro ato deixa muito a desejar. Dentre as impressões, o elenco é bastante elogiado, com destaques para a vilã vivida por Viola Davis.

Confira algumas das primeiras impressões a Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes abaixo:

Perri Nemiroff, do Collider, exaltou a produção no geral, mas reclamou do ato final corrido e mal desenvolvido:

Grande fã de Jogos Vorazes aqui e AMEI o livro de A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, então estou muito feliz de relatar que o novo filme é bem bom! Na verdade, dois terços são excelentes.

Por mais que eu entenda o motivo de não terem dividido o livro em dois filmes, é perceptível que os primeiros ⅔ são demais, enquanto o terço final é mediano — mal desenvolvido e corrido, mas até que funciona.

Tessa Smith, do Rotten Tomatoes, afirmou que o longa é uma boa história de origem para o vilão Coriolanus Snow:

Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes entrega perfeitamente a espiral de decadência de quem fará o presidente Coriolanus Snow se tornar quem os fãs amam odiar. O elenco todo é fenomenal. Tom Blyth [que vive o jovem Snow] dá a performance de uma vida!

Matt Neglia, do Next Best Picture, não pareceu muito convencido pelo filme, mas disse que é melhor que os dois últimos capítulos da franquia:

Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes expande esse sombrio mundo distópico com ricos figurinos, direção de arte e escala épica. Viola Davis rouba a cena, mas a trama longa demais e desequilibrada deixa mais perguntas do que respostas — mas é melhor que os filmes A Esperança.

A crítica Josie Marie descreveu o longa como nostálgico e elogiou o elenco:

Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes é uma viagem. Muito nostálgico voltar a Panem, mas a melhor parte é o elenco. De Hunter Schafer a Josh Andrés Rivera, fica a altura do esplendor original da franquia.

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes é baseado no romance de mesmo nome, de Suzanne Collins. Situada décadas antes da quadrilogia Jogos Vorazes, a trama mostra a ascensão do jovem Coriolanus Snow (Tom Blyth) ao poder. Rachel Zegler, Peter Dinklage e Viola Davis estão no elenco.

O filme chega aos cinemas brasileiros em 15 de novembro.

Fonte: Comic Book

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1