James Gunn revela momento de O Esquadrão Suicida que levou à criação da série Peacemaker

Diretor afirma que uma cena do filme fez com que visse John Cena com outros olhos

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
James Gunn revela momento de O Esquadrão Suicida que levou à criação da série Peacemaker

Pouca gente entendeu quando a Warner anunciou que o primeiro derivado de O Esquadrão Suicida (2021) seria Peacemaker, série focada em um personagem pouco conhecido como o Pacificador. O mistério chegou ao fim graças a James Gunn, diretor e roteirista de ambas as produções.

O cineasta revelou em entrevista à Vulture que a ideia surgiu de uma cena específica do filme. Segundo ele, foi nesse momento em que ele percebeu um potencial gigante em John Cena como ator.

[Cuidado com spoiler de O Esquadrão Suicida]

James Gunn revelou que sua grande inspiração para dar uma série para o Pacificador foi a performance de John Cena durante o clímax do filme, em que o Pacificador sente tristeza ao tentar matar a Caça-Ratos 2 (Daniela Melchior):

“Há um momento realmente específico entre eu e John que posso traçar como a origem dessa série. É o momento em O Esquadrão Suicida em que o Pacificador está apontando a arma para a Caça-Ratos 2 e está prestes a matá-la. Decidi dar um foco apertado nos olhos dele. No set estou sempre ao microfone falando sobre tudo enquanto estamos gravando. Então estou falando com John sobre o que ele está sentindo e vejo seu olho mudar. Vejo ele chegando a um lugar incrivelmente triste e vulnerável. Percebemos que esse personagem é um cara que está fazendo algo que não gostaria de forma alguma, mas vai fazer de qualquer forma, que é atirar em uma garota.”

Segundo o cineasta, esse talento é raro ao ponto de que mesmo grandes atores não o possuem. E daí surgiu a ideia de contar uma história que focasse nas várias facetas de John Cena e seu personagem:

“Quando vi aquele momento, soube que John não era só um ator engraçado, que foi o motivo para ter contratado ele, mas um cara que tem essa outra camada. Naquele momento eu soube que John tinha “aquela coisa”. É uma coisa que muitos grandes atores não têm, e que muitos lutadores de wrestling que se tornam atores não têm. Dave Bautista também tem, por isso o contratei para Guardiões [da Galáxia] em primeiro lugar. Uma grande parte da minha vontade de fazer Peacemaker foi esculpir todas as outras coisas, os malabarismos e entretenimentos que John é capaz, e focar naquele setor vulnerável.”

A primeira temporada de Peacemaker, assim como os filmes e séries da DC, estão disponíveis na HBO Max.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1