Paramount diz que processo de Bam Margera contra Jackass Para Sempre é “desonesto”

Estúdio negou acusações de coerção e afirma que o astro quebrou várias clausulas do contrato

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Paramount diz que processo de Bam Margera contra Jackass Para Sempre é “desonesto”

A Paramount respondeu ao processo movido por Bam Margera após ter sido demitido de Jackass Para Sempre.

Em agosto, o astro entrou com uma ação contra o estúdio e os produtores Spike Jonze e Johnny Knoxville por ter sido desligado do projeto. Ele alega ter sido coagido a assinar um contrato que garantia sua sobriedade durante as gravações do quarto filme e foi injustamente despedido após testar positivo para uma substância que usa por prescrição médica.

Em um comunicado revelado ao TheWrap, a Paramount confirma que ele foi demitido por quebrar o contrato ao não seguir um programa de sobriedade e bem estar. Porém, eles negam todas as acusações de que Jonze, Knoxville e o diretor Jeff Tremaine teriam coagido ele a assinar o contrato. O texto afirma ainda que o próprio Bam Margera tinha admitido que não tinha prescrição para a medicação, que teria “comprado nas ruas”.

“Inicialmente, Margera se manteve sóbrio e em conformidade. Mas após alguns meses as coisas saíram do controle e ele cometeu várias violações: parou de fazer os testes de álcool, cortou comunicação com a equipe de tratamento, evitou um teste de drogas e usou drogas ilícitas novamente.”

Os representantes do estúdio afirmam que ele ficou “ainda mais fora de controle” após ser demitido e chegou a fazer ameaças aos ex-colegas de Jackass. Isso tudo antes de mover o processo, que é descrito como falso e insustentável pela Paramount:

“De forma implacável ou sem aceitar a responsabilidade pelos danos que estava causando aos seus ex-parceiros, amigos e a si mesmo, Margera entrou com este processo sem fundamento e manifestamente desonesto, que ameaça proibir o lançamento de Jackass Para Sempre. Aparentemente, Margera decidiu que por ter destruído a oportunidade de estar no filme, os acusados não deveriam ter permissão de lançá-lo, e o público não deveria ser autorizado a vê-lo.”

Essa foi a primeira vez que o estúdio respondeu diretamente à ação. Anteriormente apenas Steve O, um dos membros de Jackass, havia comentado caso e chamado o processo de “absurdo”.

Jackass Para Sempre, teve estreia adiada para 4 de fevereiro de 2022 nos EUA. O filme deve chegar ao Brasil um dia antes.

Mais notícias