Imagem de Júpiter mostra atmosfera tempestuosa do planeta com nitidez

Obtidas pelo Observatório Gemini

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Imagem de Júpiter mostra atmosfera tempestuosa do planeta com nitidez Imagem: Observatório Gemini

Uma colaboração entre o telescópio Hubble, a sonda espacial Juno e o Observatório Gemini, no Havaí, resultou em uma impressionante imagem de Júpiter, feita com uma série de fotos do planeta.

O planeta tem uma atmosfera de tempestades constantes, com raios que podem chegar a ter trezentas vezes mais energia do que os raios comuns da Terra. “Queremos entender como a atmosfera de Júpiter funciona”, afirma Michael Wong, astrônomo da Universidade da Califórnia, em comunicado à imprensa.

A imagem de Júpiter em infravermelho foi feita pelo observatório Gemini, com uma técnica chamada de “lucky imaging”, que envolve tirar uma série de fotos de baixa exposição e usar as que estiverem mais nítidas. Para criar a imagem vista abaixo, foram necessárias 38 fotos com exposições diferentes de cada quadrante do planeta — são nove, ao total. Os cientistas escolheram cerca de 10% das mais nítidas da amostragem, e as combinaram para ter assim a imagem mais nítida do planeta.

Confira:

A imagem de Júpiter. Para vê-la na resolução completa, clique aqui | Imagem: Observatório Gemini

Para efeitos de comparação, o Observatório também publicou uma imagem de um lucky imaging bem sucedido ao lado de uma em que a atmosfera terrestre atrapalhou — fatores como vento e temperatura podem afetar a foto final.

Atmosfera terrestre interfere nas imagens capturadas | Imagem: Observatório Gemini

Enquanto Juno examinava a superfície de Júpiter, tanto Hubble quanto Gemini acompanhavam o planeta usando diversos comprimentos de ondas para complementar as informações da sonda. Com isso, os pesquisadores estão estudando a origem dos raios e onde se diferenciam dos terrestres.

As fotos utilizadas para compor a imagem acima foram tiradas entre abril e maio de 2019. O site oficial do Gemini contém mais informações sobre os estudos (clique aqui para ler, em inglês).

Em abril de 2020, a NASA reeditou e publicou imagens de Europa, a lua de Júpiter, dando foto em sua superfície que possui terrenos chamados de “caos”. Confira aqui!