Jovem Nerd

NerdBunker

Guardiões da Galáxia Vol. 2 | Entrevistamos James Gunn

Gunn revelou o quanto se identifica com Rocket Raccoon e detalhes sobre as escolhas musicais dos filmes

Durante a CCXP 2016, tivemos a oportunidade de conversar com James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia e Guardiões da Galáxia Vol. 2, em uma mesa redonda junto com outros jornalistas.

Durante o bate-papo, Gunn fez piadas sobre ser criado em laboratório, revelou o quanto se identifica com Rocket Raccoon e comentou também alguns detalhes sobre a escolha da trilha sonora dos filmes.

Qual é o processo por trás da escolha da trilha sonora? Você pode nos revelar alguma música que estará no filme?

James Gunn: A escolha da trilha sonora é muito orgânica, eu começo reunindo várias músicas de uma época, é uma lista com centenas de músicas. Então eu pego essas músicas e separo aquelas que eu amo, aquelas que se encaixariam bem em Guardiões, na energia do filme. E então eu escrevo o roteiro e nele temos alguns momentos onde a música poderia se encaixar. Às vezes uma música em específico me vem à mente, às vezes eu escuto várias músicas para ver se alguma delas se encaixa – e às vezes nenhuma delas fica boa e aí eu tenho de ir para a internet procurar outras opções.

Temos uma música nesse filme que – porque os fãs vivem me mandando músicas no Twitter e dizendo “essa música ficaria boa em Guardiões da Galáxia”, e na maioria das vezes eu conheço essas músicas. Mas de vez em quando eu não conheço e uma das músicas do próximo filme é uma que um fã me mandou e que eu não conhecia, eu queria poder encontrar quem foi que me mandou. Mas é, é um processo muito orgânico, mas no fim do dia o que mais importa é se elas se encaixam bem no filme.

Agora, sobre as músicas que estarão na sequência….as pessoas já sabem que “Come a Little Bit Closer”, de Jay & The Americans está no filme porque foi a música que tocamos no material da San Diego Comic Con. E temos músicas nos trailers que podem ou não estar no filme, então teremos de ver…

Qual é o maior desafio em se fazer a trilha sonora do segundo filme funcionar tão bem quanto a do primeiro?

JG: Eu acho que, bem, a trilha sonora do primeiro funcionou muito bem enquanto trilha sonora e eu acho que essa do segundo também funciona e funciona bem no filme também. Mas eu tenho de pensar no que é melhor para o filme, é o meu trabalho pensar nisso e pensar nas músicas que serão melhores no sentido emocional do filme e eu acho que temos algumas músicas que fazem isso muito bem e são músicas melhores do que algumas músicas do primeiro, algumas músicas que funcionam como um prazer culpado, elas são um pouco mais maduras do que as músicas do primeiro filme.

Você se considera um colecionador de música, um fanático de música?

JG: Fanático. Eu sou fanático. Obsessivo-compulsivo. Eu faço o download de muitas músicas e fico as ouvindo sem parar. Eu tenho milhares e milhares de músicas. Sou tão obcecado por músicas quanto sou por filmes.

rocket-raccoon

Depois de Guardiões da Galáxia você pensa em dirigir outros filmes de super-heróis ou você irá focar em projetos mais pessoais?

JG: Eu penso em Guardiões como o projeto mais pessoal que eu já fiz [risos], especialmente o volume 2, então eu não consigo imaginar algo mais pessoal que isso. Esse filme é sobre mim, sobre minha relação com o meu pai, é sobre a relação que eu e a equipe de Guardiões temos uns com os outros.

Nunca na minha vida eu me relacionei tanto com um personagem quanto eu me relaciono com Rocket. Eu sou Rocket. Ele sente como se não pertencesse a nada, ele é esquisito, ele foi criado em laboratório – assim como eu – ok, eu não fui criado num laboratório, mas é verdade que quando estávamos fazendo o primeiro filme o produtor Jeremy Latcham disse para Jonathan Schwartz, um outro produtor, que “parece que James Gunn foi criado numa placa de Petri só para dirigir Guardiões. E é verdade! Eu cresci amando os quadrinhos da Marvel, eu amo óperas espaciais como Star Wars e tudo mais. Meu animal favorito era um guaxinim. Então eu penso que isso é tudo que eu sempre quis fazer, então eu não imagino nada mais pessoal do que Guardiões da Galáxia. Se eu pudesse, eu faria algo depois desse, mas vamos ver….

O primeiro Guardiões da Galáxia tinha alguns easter eggs que os fãs ainda não descobriram. Podemos esperar tantos easter eggs quanto nesse segundo filme?

JG: Sim, eu acho que temos tanto quanto no segundo filme. Temos muitos easter eggs nesse filme! Na verdade, temos uma equipe só para os easter eggs, eu fico dizendo “Vão achar alguns easter eggs! Coloquem easter eggs no filme! Me encontrem algumas imagens da Marvel para eu colocar no fundo da cena!” e eles voltam com essas ideias…

Então sim, temos muitos easter eggs. O museu do Colecionador no primeiro filme era um ótimo lugar para se colocar easter eggs. Então eu não sei se teremos tantos quanto no primeiro. No primeiro, cada coisinha no museu significava alguma coisa. O que eu mais gostei no museu foi Howard, o pato! Mas é, nós temos muitas coisas…


Guardiões da Galáxia Vol. 2 estreia em 27 de abril de 2017 no Brasil.

Lista de atalhos

Acesso rápido

Controles do player