Homem é preso após gastar US$ 57 mil de auxílio Covid para comprar carta de Pokémon

Governo dos EUA apreendeu o card de Charizard da primeira edição, de 1999

Vítor Heringer Publicado por Vítor Heringer
Homem é preso após gastar US$ 57 mil de auxílio Covid para comprar carta de Pokémon

O Serviço de Delegados dos Estados Unidos apreendeu uma carta rara de Charizard, Pokémon dragão de fogo, após um homem gastar US$ 57 mil de auxílio Covid a pequenas empresas para comprar o card.

Vinath Oudomsine, morador de Dublin, na Geórgia, se declarou culpado e foi condenado a três anos de prisão federal

Segundo o The New York Times, ele obteve um empréstimo de US$ 85.000 relatando ter um pequeno negócio com receita bruta de US$ 235.000 durante os 12 meses anteriores à pandemia. Todavia, de acordo com promotores do caso, o negócio não existe.

Oudomsine utilizou grande parte do dinheiro para comprar a carta rara de Pokémon da primeira edição lançada em 1999, revelaram os documentos judiciais.

Ainda segundo o jornal, a família entregou o colecionável lacrado para o FBI, com as provas de que se trata de um card verdadeiro. Agora, o Serviço de Delegados dos Estados Unidos tem a posse da carta.

Xavier A. Cunningham, advogado assistente dos EUA no Distrito Sul da Geórgia, disse que a carta será leiloada para o dinheiro ser devolvido à Administração de Pequenas Empresas do país norte-americano.

É bom destacar que a carta rara do Charizard está lacrada e com documentos que confirmam a sua veracidade como parte da primeira edição de 1999. Portanto, tem um alto valor.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1