Game I Am Alive não irá ser lançado nos PCs

Você até pode ser daqueles “alternativos” que preferem baixar seus jogos em vez de comprá-los, seja qual for sua desculpa. Mas isso começa a se tornar um grande problema quando as desenvolvedoras não querem arriscar uma versão por medo da pirataria. E é exatamente o que acontecerá com o vindouro I Am Alive. O game […]

Stephan Martins Publicado por Stephan Martins
Game I Am Alive não irá ser lançado nos PCs

Você até pode ser daqueles “alternativos” que preferem baixar seus jogos em vez de comprá-los, seja qual for sua desculpa. Mas isso começa a se tornar um grande problema quando as desenvolvedoras não querem arriscar uma versão por medo da pirataria.

E é exatamente o que acontecerá com o vindouro I Am Alive. O game de sobrevivência ganharia versões para PC, PS3 e Xbox 360. Mas agora, apenas os consoles irão receber o jogo, já que o diretor criativo Stanislas Mettra declarou o seguinte:

“É difícil, porque existe tanta pirataria, e tão poucas pessoas pagam por jogos de computador que nós precisamos equilibrar com o custo de fazer o jogo. talvez demore apenas 3 meses para 12 caras fazerem uma versão para PC, não é um custo massivo, mas ainda é um custo. Se apenas 50 mil pessoas comprarem o jogo, então não vale a pena. Não é o suficiente.”

Muitos usuários de PC estão criticando a decisão da Ubisoft. Com uma segunda declaração que não foi muito bem vista (especialmente pelas palavras usadas), Mettra fala que não devemos confundir os protestos com o genuíno interesse:

“Já vimos em alto e bom som que os gamers de PC estão torrando a paciência sobre não ter versão de I Am Alive para eles. Mas essas pessoas estão só fazendo barulho pela falta de versão, ou é por que é um jogo que eles realmente querem jogar? Eles comprariam, se nós fizessemos?”

Por um lado, é uma preocupação genuína e compreensível. Muitas empresas perdem muito dinheiro com coisas assim, e acabam até lançando um jogo não-finalizado por irem à falência cedo demais (Vampire: Bloodlines é um ótimo exemplo). É um mercado que depende totalmente das suas vendas, ao contrário de filmes e séries, que tem os cinemas, a publicidade, e suas versões em vídeo.

Por outro, por mais que esteja ainda mais fácil piratear por sites, torrents e até mesmo uma forma de usar jogos do Steam crackeados, as vendas de jogos de computador através dos serviços do Steam, Good Old Games e até o brasileiro Nuuvem estão fazendo o mercado crescer bastante. E não podemos nos esquecer que, por mais que seus jogos sejam bons e interessantes, a Ubisoft ainda precisa aprender como usar uma proteção contra pirataria que realmente não incomode o usuário.

O game está previsto para chegar na PSN e XBox Live por volta do Natal de 2011.

Via CinemaBlend


Stephan Martins
Enquanto Stephan Martins acha que piratear é uma atitude totalmente condenável, ele também acha que bichisse tem limite!

.