Jovem Nerd - Notícias sobre filmes, séries, HQs, games, animes, ciência, tecnologia e humor, porque rir não faz mal a ninguém!

Forza Horizon 5 | Review

Velocidade e diversão de sobra em um odisseia mexicana de cenários exuberantes e a tradicional competência da série

Claudio Prandoni Publicado por Claudio Prandoni
Forza Horizon 5 | Review

É impressionante o trabalho da Microsoft com a franquia Forza. Com frequência e consistência, os jogos da série apresentam um altíssimo nível de qualidade e variedade e Forza Horizon 5 mantém essa tradição.

Depois de passar por Estados Unidos, França, Austrália e Reino Unido a vibrante série de corridas desembarca agora no México, cenário que traz junto uma energia empolgante e diversidade absurda de lugares para acelerar, correr e se impressionar.

Enquanto Horizon 4 investiu forte no sistema de estações do ano para apresentar versões diferentes dos mesmos traçados do gigantesco mapa, a jornada de Horizon 5 foca em grandiosidade.

Muitas das provas e atividades são imponentes e usam bem elementos da natureza para fazer isso acontecer. Dentre as dezenas de provas e tipos de corrida você vai poder se aventurar por vulcões em atividade, invadir tempestades de areia, desbravar florestas, praias e centenas de quilômetros de asfalto e trilhas de terra em um mapa imenso que faz jus ao legado da série.

Forza Horizon 5
O mapa é gigantesco e oferece centenas de quilômetros de estrada para explorar… mas você também pode criar seus próprios caminhos pela natureza!

Esse espírito majestoso fica ainda mais forte pela brilhante parte visual. Jogos de corrida são sempre vitrines perfeitas para mostrar o poder de consoles e PCs e o talento dos desenvolvedores e o estúdio Playground Games mostra mais uma vez que é extremamente competente.

Em qualquer plataforma, Forza Horizon 5 é um jogo lindo e gostoso de se ver. Em PCs mais poderosos e no Xbox Series X o espetáculo é ainda mais impressionante graças à alta definição de muitos pequenos detalhes e taxa de quadros suave. É o tipo de jogo que dá sim vontade de comprar uma nova máquina, fazer aquele upgrade tão planejado e até pensar em comprar um novo monitor ou TV que consiga exibir com qualidade tudo que o game tem a oferecer.

E olha que há muito em oferta mesmo. Tal qual manda a cartilha de Forza Horizon, há uma lista gigantesca de provas e segredos para encontrar no mapa, tudo devidamente acompanhado de uma lista bem generosa de veículos dos mais diversos tipos e fabricantes e opções para jogar por conta própria ou em multiplayer online.

Review Forza Horizon 5
Variedade imensa de veículos e cenários: Forza Horizon 5 sabe quais são seus pontos fortes e trabalha isso muito bem

Pessoalmente, algo que gostei muito é que o jogo oferece uma abordagem realmente bem aberta sobre como lidar com tudo isso. É só escolher qualquer prova – ou pedir para a inteligência artificial do  jogo sugerir uma corrida – e jogar, acumulando pontos até chegar no próximo nível que desbloqueia mais provas, incluindo aquelas que fazem a história avançar.

Por sua vez, a narrativa toda puxa muito da atmosfera dos games anteriores – e um tanto também do espírito de camaradagem dos filmes de Velozes e Furiosos – e coloca você como a grande estrela do festival Horizon no México, depois de todas as façanhas incríveis realizadas na edição anterior, no Reino Unido. O clima todo é muito agradável e divertido, com aquele ar de ‘férias merecidas’ que as paisagens paradisíacas do México virtual oferecem.

Aliás, tudo isso é muito bem embalado com um trabalho de primeira categoria de localização para português do Brasil, especialmente na dublagem. Todos os diálogos são muito bem interpretados, assim como os apresentadores nas rádios, contribuindo para a vibe de festival radical que Horizon 5 propõe. Nos textos ainda é possível ver um ou outro deslize (logo no começo, o jogo traduz a palavra “character” como “personagem”, mas na verdade usada em um contexto para se referir à palavra “letra”), mas felizmente não é nada que atrapalhe a diversão ou compreensão.

Como já era de se esperar, o clima descontraído também tem grande influência nos controles. Ainda que seja possível configurar várias opções de assistência para deixar a direção mais desafiadora e próxima de elementos da vida real, inclusive, claro, com suporte a controles de volante, Forza Horizon 5 segue o estilo da série e permite simplesmente pegar o controle, acelerar fundo e esquecer que existe um botão de freio – o que já não é bem assim nos episódios de Forza Motorsport, vertente original da grife que investe mais no lado simulador de games de corrida.

Cenários impressionantes de natureza majestosa são o grande destaque de Forza Horizon 5

A combinação de atrativos também casa perfeitamente com a estratégia atual da Microsoft de investir forte no Game Pass – algo, aliás, que outros Forza Horizon também cumprem muito bem no serviço. É um jogo lindo, fácil de pegar para curtir a qualquer momento, seja sozinho ou com amigos, e com uma atmosfera leve e divertida.

Em resumo, vale o clichê de jogos do gênero: Forza Horizon 5 não reinventa a roda e nem se propõe a fazer isso. A ideia do título é muito mais fazer essas rodas girarem ainda mais rápido em um monte de corridas e por cenários incrivelmente bonitos – e ele faz isso tudo muito bem! Para quem já é fã da série não tem muito o que pensar, pode mergulhar em Horizon 5 a qualquer momento que a diversão é garantida e quem não conhece e tem curiosidade vai encontrar um jogo de corrida vistoso e casual para aproveitar a qualquer momento.


Forza Horizon 5 será lançado em 9 de novembro para Xbox One, Xbox Series X|S e PC. Este review foi feito com uma cópia cedida pela Microsoft.

A edição física do jogo está disponível em pré-venda para Xbox One e Series X. Caso você compre pelo nosso link, o Jovem Nerd pode receber comissão.

Mais notícias