Fora da Caixinha quer mostrar a pluralidade regional dos quadrinhos e busca financiamento

Projeto conta com artistas de fora do eixo Rio-São Paulo

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Fora da Caixinha quer mostrar a pluralidade regional dos quadrinhos e busca financiamento

Fora da Caixinha, projeto que reúne seis artistas visuais de diferentes regiões do Brasil, está com uma campanha de financiamento coletivo no Catarse até o dia 7 de novembro.

O projeto pretende financiar uma caixinha que contém um livro, três zines, um cartão postal e uma cartela de adesivos.

A ação quer disseminar publicações de artistas além do eixo Rio-São Paulo e conta com um ilustradores e grupo de produtores independentes.

Para desenvolver todo o trabalho, artistas de diferentes lugares foram chamados, como Rio Grande do Norte, Pernambuco, Amazonas, Brasília e Ceará. O grupo é formado por Aureliano Medeiros, Camila Abdanur, Emily de Moura, Ilustralu, Laura Athayde, Maria Carvalho e Taissa Reis, que se reuniram de maneira remota para produzir e pensar em soluções para o projeto.

Segundo os organizadores, o kit contempla não apenas a pluralidade regional, como também as expressões de gênero, sexualidade e alcance virtual.

O livro que vem junto com a caixa, intitulado O menino que desaprendeu a chorar, foi escrito por Aureliano Medeiros e conta a história do pequeno João que tenta descobrir onde vão parar as lágrimas que deixamos de derramar.

Pare receber a sua caixinha em casa, é preciso entrar na página do projeto no Cartase e pagar o valor fixo de R$ 70, com frete grátis para todo o Brasil. Quem quiser receber o material de maneira digital, por e-mail, há a opção de R$ 30, e para apenas apoiar o projeto é possível contribuir com doações a partir de R$ 10.