Final original das HQs de The Walking Dead era sombrio e pessimista

Robert Kirkman revelou seus planos iniciais em mensagem especial da edição #193

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Final original das HQs de The Walking Dead era sombrio e pessimista

A série de HQs de The Walking Dead chegou ao fim nesta quarta-feira (3). A edição final continha uma carta especial de seu criador, Robert Kirkman, que revelou que o desfecho original da história era para ter acontecido bem antes.

Segundo os planos iniciais, a trama acabava entre as edições #80 e #84, assim que Rick Grimes e seu grupo encontram Alexandria.

A ideia era finalizar com a decisão do protagonista de fazer daquele lugar o lar de todos, deixando os dias de nômades para trás. Pelo menos, por anos.

Na página seguinte da proclamação de Rick, apareceria uma estátua do protagonista. Só que o leitor ia perceber que algo não estava certo.

Ao virar a página, o rosto de Rick estaria igual ao do momento da proclamação, mas seria uma estátua. Então a imagem se afastaria e mostraria que a estátua está coberta de vinhas e rachaduras na base, fazendo o leitor perceber que aquilo é muito velho. A imagem continuaria se afastando até vermos que a estátua está em Alexandria, o mesmo lugar em que Rick deu o discurso, mas tudo estava diferente. A cidade estava velha e precária, cheia de janelas quebradas e portas faltando. A imagem continuaria se afastando até um zumbi aparecer. E, logo em seguida, uma horda deles. Aí o leitor perceberia que eles conseguiram reconstruir a civilização, a ponto de erguerem uma estátua em homenagem a Rick. Mas, no fim, os mortos venceram. A sociedade desmoronou de novo e de vez. E o final seria esse.

Kirkman acredita que esse final trágico não faria jus a tudo que escreveu até aquele momento. Então decidiu continuar a história, adicionando mais personagens, vilões e tudo mais.

Seria um final terrível. Sombrio e triste. Perdendo todo o sentido da história. O que eu posso dizer? Eu era jovem e a maioria dos finais que eu escrevia eram sombrios assim. Então, em retrospectiva agora, esse final era vergonhosamente ruim. Eu não estava pronto para terminar essa história. Não por um bom tempo.

Vale ressaltar que se esse acabasse sendo o final verdadeiro, isso significaria o corte de vários acontecimentos importantes, como a aparição de Negan, Ezekiel e até dos Sussuradores.

O fim das HQs não interfere na produção da série e de seus spin-offs.

The Walking Dead é publicada pela Panini no Brasil.