Exterminador do Futuro: Destino Sombrio pode dar US$ 130 milhões de prejuízo

O desempenho do filme durante o final de semana de lançamento foi abaixo do esperado

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Exterminador do Futuro: Destino Sombrio pode dar US$ 130 milhões de prejuízo

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio conseguiu ficar em primeiro lugar nas bilheterias dos Estados Unidos em seu final de semana de lançamento, arrecadando US$ 29 milhões, mas o desempenho foi abaixo do esperado.

Segundo o The Hollywood Reporter, embora o sexto longa da franquia tenha tido a melhor colocação entre os dias 1 e 3 de novembro, os resultados não são promissores, dado o orçamento de US$ 185 milhões.

O desempenho fora do território norte-americano também não foi muito melhor: o filme faturou US $ 94,6 milhões até o momento. O lançamento na China seguiu a tendência e não foi tão bom quanto o esperado; arrecadou US $ 28 milhões. O total global é de US $ 123,6 milhões.

Segundo fontes do THR, o baixo desempenho O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio representa uma perda de mais de US$ 120 milhões para a Skydance Media, Paramount Pictures e 20th Century Fox – cada uma das empresas bancou 30% do orçamento. A chinesa Tencent teve uma participação de 10%.

Caso o filme vá bem internacionalmente, o prejuízo pode chegar à US$ 130 milhões, segundo projeções. Por outro lado, se o longa se sustentar bem, a perda pode ser de US$ 110 milhões.

O sexto longa da franquia é uma continuação direta de O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final e ignora sumariamente todos os filmes que saíram depois.

A direção é de Tim Miller (Deadpool, Love, Death + Robots) com roteiro coescrito por Josh Friedman, David Goyer, Billy Ray e Justin Rhodes. O projeto conta com o retorno de Arnold Schwarzenegger (T-800) e Linda Hamilton (Sarah Connor). James Cameron supervisionou tudo ao lado de David Ellison, Dana Goldberg e Don Granger.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio estreou no dia 31 de outubro no Brasil. Leia a nossa crítica!