Executivos da PlatinumGames criticam o uso de NFTs nos jogos e a Konami

"Se cheira a dinheiro, a Konami estará lá em um piscar de olhos", disse Hideki Kamiya

Vítor Heringer Publicado por Vítor Heringer
Executivos da PlatinumGames criticam o uso de NFTs nos jogos e a Konami

Se cheira a dinheiro, a Konami estará lá em um piscar de olhos“. Esta foi a declaração de Hideki Kamiya, um dos executivos da PlatinumGames, quando questionado sobre a entrada da Konami no mercado de NFTs (abreviação de token não-fungíveis), em entrevista à VGC (via IGN).

Segundo ele, as empresas que estão interessadas utilizar os ativos digitais em seus jogos não têm interesse em melhorar a experiência para os jogadores, mas, sim, pelo simples fato de ganhar mais dinheiro.

“No futuro, se isso [o NFT] for expandido de modo a trazer um lado positivo para os usuários, então talvez eu me interesse mais pelo que será feito. Mas eu não vejo isso acontecendo no momento.”

Além disso, Atsushi Inaba, outro executivo do estúdio japonês, foi mais um a criticar o formato de uso atual dos NFTs nos jogos:

“As conversas de pessoas que tentam promover NFTs e criar parceiras com empresas de games são extremamente unilaterais. ‘Ei, você vai fazer dinheiro!’ Mas como isso beneficia o usuário ou o criador? Se eu quero gastar meu tempo com algo, eu quero que isso beneficie o desenvolvimento de bons jogos.”

A PlatinumGames é conhecida por BayonettaNieR:AutomataAstral ChainWorld of Demons e Babylon’s Fall.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1