Emmy 2019 | Diversidade, inclusão e amor foram assuntos dos discursos mais marcantes do prêmio

Billy Porter, Patricia Arquette, Alex Borstein e Jharrel Jerome emocionaram o público

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Emmy 2019 | Diversidade, inclusão e amor foram assuntos dos discursos mais marcantes do prêmio

O Emmy Awards 2019 trouxe diversos momentos marcantes durante a cerimônia que aconteceu na noite do último domingo (22). Além da entrega dos prêmios e das homenagens, os discursos são sempre pontos altos da entrega de estatuetas.

Jharrel Jerome, premiado por Olhos Que Condenam, fez um discurso emocionante, levando a plateia a aplaudi-lo de pé. O ator, vencedor da categoria de Melhor Ator em Minissérie ou Filme para a TV, dedicou o prêmio aos cinco jovens negros da vida real que inspiraram a história do seriado.

“Estou aqui na frente de pessoas que me inspiram. Obrigado a Ava DuVernay, Netflix, minha equipe, porém, mais importante, isso é para os homens que conhecemos como os Cinco Inocentados, isso é para Raymond, Yusef, Antron, Kevin e Korey.”

Baseado em uma história real, Olhos que Condenam narra o caso notório de cinco adolescentes negros, rotulados como os Central Park Five, condenados por um estupro que não cometeram. Todos os episódios estão disponíveis na Netflix.

Jharrel Jerome recebe o prêmio de Melhor Ator em Minissérie ou Filme para a TV

Protagonista da série Pose, Billy Porter levou a estatueta de Melhor Ator em Série de Drama. Essa foi a primeira vez que um ator negro e gay venceu na categoria.

Indicado ao lado de Jason Bateman, Sterling K Brown, Kit Harrington, Milo Ventimiglia e Bob Odenkirk, Porter agradeceu seus familiares, colegas, o marido e Ryan Murphy, criador de Pose, que o viu e “acreditou em nós”.

“A categoria é amor, gente, amor. Eu estou tão feliz e tão empolgado por ter vivido o bastante para ver esse dia. James Baldwin disse: ‘Foram muitos anos vomitando toda a imundície que me ensinaram sobre mim, e que eu meio que acreditei, antes de poder andar por esta terra como se tivesse o direito de estar aqui’. E eu tenho o direito, você tem o direito, todos temos esse direito!”

Billy Porter levou a estatueta de Melhor Ator em Série de Drama por Pose

Patricia Arquette ganhou o Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie por The Act, série exclusiva da Hulu, e durante o discurso, chorou ao falar da irmã, Alexis Arquette, atriz transsexual que morreu em setembro de 2016, aos 47 anos, após uma parada cardíaca causada por uma miocardite decorrente do HIV. Ela foi uma das primeiras ativistas trans de Hollywood.

“No meu coração, eu estou tão triste por ter perdido minha irmã Alexis e por pessoas trans ainda estarem sendo perseguidas. Estou de luto todos os dias da minha vida, Alexis, e eu vou chorar todo dia por você até que mudemos o mundo para que as pessoas trans não sejam mais perseguidas.”

Arquette pediu o fim da transfobia e por oportunidades as pessoas trans: “[…] dêem trabalhos a elas [pessoas trans]. Elas são seres humanos, vamos dar emprego a elas. Vamos nos livrar desse preconceito que está em todo lugar”.

Antes de falar sobre a irmã, Patricia Arquette disse estar encantada por dividir o palco com o elenco de Game of Thrones, que apresentou a categoria Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie.

“Eu estou aqui com o pessoal de Game of Thrones! Não consigo acreditar que isso está acontecendo e que eu estou no meio dessas indicadas tão maravilhosas. Eu só quero dizer que sou grata por estar trabalhando aos 51 anos e por essa ser a melhor fase da minha vida. Isso é ótimo.”

Patricia Arquette ganhou o Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie por The Act

Alex Borstein venceu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia. É o segundo ano consecutivo que ela leva o troféu pelo papel de Susie Myerson em The Marvelous Mrs. Maisel, da Amazon.

Ao subir ao palco, ela fez um discurso emocionante e citou a avó, sobrevivente do Holocausto, para mandar uma mensagem às jovens mulheres.

“Eu quero dedicar esse prêmio à Amy-Sherman Palladino [criadora da série], e todos na equipe e no elenco. Para a minha mãe, e a minha avó, que é imigrante e sobrevivente do Holocausto. A minha avó perguntou a um guarda: ‘O que acontece se eu sair da fila?’. Ele respondeu: ‘Eu não vou conseguir te matar, mas alguém vai’. E ela saiu da fila, e eu estou aqui hoje. Saiam da fila, meninas!”

Alex Borstein venceu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia

A 71ª edição do Emmy Awards, o prêmio máximo da TV americana, aconteceu no último domingo (22). Conheça os vencedores!