Elenco de Esquadrão Suicida comenta sobre possível “Ayer Cut”, a versão do diretor

Margot Robbie e Joel Kinnaman se dizem favoráveis, mas revelam não terem assistido ao corte

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Elenco de Esquadrão Suicida comenta sobre possível

Na última quinta-feira (29), David Ayer publicou um longo texto em suas redes sociais com a intenção de defender a versão do diretor de Esquadrão Suicida, lançado em 2016. A divulgação da opinião do diretor coincide com o lançamento de O Esquadrão Suicida, agora dirigido por James Gunn.

Durante o tapete vermelho do novo longa da DC, os atores foram questionados pela Variety sobre a possibilidade do Ayer Cut chegar ao público.

Ao ser perguntada, Margot Robbie, a Arlequina, revelou achar uma questão difícil. Ela também contou que assistiu ao Esquadrão Suicida de 2016 apenas quando chegou aos cinemas.

É uma situação complicada. Eu gostaria de assistir a todas as versões de diretores de todos os filmes dos quais eu fiz parte e nunca assisti.

Joel Kinnaman, o Rick Flagg, se disse a favor do corte de David Ayer: “Por que não? Você sempre quer ver a visão do diretor”. No entanto, ele ainda não assistiu a esta versão.

Novato no universo da DC nos cinemas, John Cena também foi questionado sobre a possibilidade e, vestido de Pacificador, também deu seu parecer favorável ao lançamento do Ayer Cut.

Acho que é do interesse da empresa ouvir o que o seu público deseja. E se é algo que eles querem muito, por que não?

Por fim, o produtor Charles Roven, responsável tanto pela produção de 2016, quanto pela nova, contou o que acha da possibilidade. “Eu acho David Ayer um cara muito talentoso”, começou. “E acho que a Warner Bros. está muito feliz por Zack [Snyder], que teve a chance de fazer o Snyder Cut. Acho que é realmente apenas uma conversa que David [Ayer] pode ter ou não com o estúdio e ver se eles acham que o que ele vai trazer um olhar diferente.”

O Esquadrão Suicida de James Gunn chegará aos cinemas brasileiros em 5 de agosto.

Mais notícias