“Ele era monárquico, e eu certamente não sou”, diz George R.R. Martin sobre Tolkien

Autor é constantemente comparado com Tolkien

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni

Constantemente George R.R. Martin é comparado a J.R.R. Tolkien, sendo considerado por muitos uma versão americana e contemporânea do autor de O Senhor dos Anéis.

Em entrevista ao El País, Martin se afastou das comparações, apontando diferenças entre ele e Tolkien:

Ele era monárquico, e eu certamente não sou. Não compartilho na sua crença nos governantes monolíticos, como se vê em minha obra. Limita-se a dizer que Aragorn foi um rei justo. E eu tendo a pensar que sim, que Sauron está vencido, mas que restam todos esses orcs soltos, e me pergunto se Aragorn não terá realizado alguma campanha genocida contra eles, matando inclusive os bebês orcs. Não acredito na teoria dos grandes homens. Na minha opinião, os heróis também cometem erros, assim como os malvados às vezes têm comportamentos nobres. As pessoas reais são assim. É preciso tentar dar o melhor de nós sabendo que não somos perfeitos. Isso é uma verdade tão grande quanto todos os seres humanos morrem, algo que também é evidente em meus livros, onde ninguém está a salvo.

Apesar de se afastar da comparação direta com Tolkien, Martin deixa claro que o autor de O Senhor dos Anéis foi uma de suas grandes inspirações.

Martin acabou de lançar Fogo & Sangue, livro que conta a história da família Targaryen. Além disso, ele continua trabalhando em The Winds of Winter, sexto livro das Crônicas de Gelo e Fogo, que segue sem previsão de lançamento.