Dragon Ball Super: Broly | Chelye e Lemo terão papéis importantes na trama

Os personagens serão interpretados por Nana Mizuki e Tomokazu Sugita, respectivamente

Jefferson Sato Publicado por Jefferson Sato
Dragon Ball Super: Broly | Chelye e Lemo terão papéis importantes na trama

Normalmente é comum ver personagens feitos para filmes de animes que são vazio ou estão lá só para ajudar a trama a avançar, mas, no caso de Dragon Ball Super: Broly, parece que Chelye e Lemo terão papéis importantes e serão desenvolvidos ao longo da história, graças ao relacionamento dos dois com o vilão.

Com o anúncio de que Chelye será interpretada por Nana Mizuki (Hinata de Naruto; Lan Fan de Fullmetal Alchemist: Brotherhood) e Lemo por Tomokazu Sugita (Gintoki de Gintama, Joseph Joestar de JoJo’s Bizarre Adventure), os dois atores falaram um pouco sobre seus personagens (via Kanzenshuu), revelando alguns detalhes interessantes.

Sabemos que Chelye é impulsiva e tentará ajudar Broly, resultando em situações desastrosas. Segundo Mizuki, ela também terá uma boa relação com Lemo:

O Toriyama cria o que você pode chamar de personagens incrivelmente expressivos. Em uma série que tem batalhas sérias constantemente, minha personagem, Chelye, lida com as partes mais leves. Ela é meio que uma criminosa, mas também muito fofinha (risos). A relação dela com o Lemo não é do tipo de chamá-lo de “senhor” ou nada formal. Em vez disso, eles se chamam de “irmã” e “irmão” (risos). Então depois de superar dificuldades juntos, o relacionamento deles evoluir até que eles começam a se referir ao outro só pelo nome. Além disso, é justamente porque o Lemo é um adulto que ele deixa passar as trapalhadas jovens da Chelye. Ele é como um incrível pai ou um instrutor (risos).

Já Sugita revela que, assim como muitos fãs, achou que Lemo seria só mais um fraco e covarde, que acabaria morrendo cedo. No entanto, na verdade ele é uma pessoa boa e serve para mostrar outro ponto de vista dos acontecimentos – algo pouco visto em Dragon Ball:

Eu inicialmente achei que meu personagem, Lemo, iria usar táticas covarder e depois ser derrotado por Broly, mas eu fiquei grato e surpreso de descobrir que ele é retratado como alguém com um diferente ponto de vista, que suplementa o poder irregular de Broly. Apesar de ser uma representação de força, você não pode mostrar o Broly apenas da perspectiva de outras pessoas fortes; francamente, acho que você também precisa do ponto de vista de alguém fraco. O fraco Lemo gentilmente aceita Broly, enquanto Chelye encara o poder de Broly de frente. Então é como se Lemo e Chelye se equilibrassem. Para minha performance como Lemo, eu foquei em não fazê-lo parecer um cara mau, mesmo se ele disse coisas frias ou abusivas. No fundo, Lemo é uma pessoa gentil. Ele é um personagem astuto, mas amoroso, então eu fiquei focado nessa parte da performance.

O filme se passa após Dragon Ball Super, e o criador da série, Akira Toriyama, revelou que o filme deve ser focado na origem do poder dos Saiyajins. A história mostrará Broly, um Saiyajin desconhecido, que aparece diante de Goku e Vegeta, iniciando uma intensa batalha dos três indivíduos com caminhos diferentes que finalmente se encontraram. Confira o primeiro trailer aqui.

O roteiro foi escrito pelo próprio Akira Toriyama, enquanto o design de personagens fica nas mãos de Naohiro Shintani, que substitui Tadayoshi Yamamuro, responsável pelo anime de Dragon Ball Super e pelo jogo Super Dragon Ball Heroes.

Dragon Ball Super: Broly está previsto para estrear em 14 de dezembro, no Japão. No Brasil, o filme chegará em janeiro de 2019 no Brasil.